Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Canal ‘Galãs Feios’ irrita primo de Carlos Bolsonaro, que vai processá-lo

Léo Índio alega que desperta inveja por ser sobrinho do presidente do Brasil, e exige a exclusão do vídeo, um pedido de desculpas e R$ 15 mil de indenização

Por Da Redação Atualizado em 17 mar 2021, 13h11 - Publicado em 17 mar 2021, 13h10

Um vídeo publicado em 2019 no Youtube por Helder Maldonado e Marco Bezzi, criadores do canal Galãs Feios, irritou Leonardo Rodrigues de Jesus, o Léo Índio, primo de Carlos Bolsonaro – e o responsável por divulgar ao país o apelido íntimo do filho 02 do presidente: Carluxo.

Felipe Neto é intimado a depor após chamar Bolsonaro de ‘genocida’

Léo abriu um processo contra Maldonado e Bezzi por ter se sentido atingido moralmente pelo vídeo “O passado secreto de Léo Índio (o primo do Carluxo)”, publicado há dois anos na conta do vídeo do canal. O filmete ironiza a origem e a presença de Índio em várias esferas do governo federal, e já tem mais de 350 mil visualizações.

BBB 21: ‘Errei a mão’, afirma Projota em entrevista a Ana Maria Braga

Léo é filho de Rosemeire Nantes, irmã de Rogéria – a mãe dos três filhos mais velhos de Jair Bolsonaro. No processo, o advogado do primo de Carluxo enfatiza que seu cliente é sobrinho “do atual presidente do Brasil” e que, somado ao fato de ser assessor parlamentar, desperta ódio, ira e inveja em “determinadas pessoas”. Índio pede a exclusão do vídeo, um pedido de desculpas e R$ 15 mil de indenização.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade