Clique e assine por apenas 4,90/mês

Coronavírus: Crivella anuncia reabertura gradual e volta às aulas em julho

Prática de esportes individuais no mar, como o surfe, e de atividades no calçadão estão liberadas a partir de terça (2); shoppings reabrem em 15 dias

Por Cleo Guimarães - 1 jun 2020, 14h20

As medidas de isolamento social serão flexibilizadas na cidade a partir desta terça-feira (2). O anúncio foi feito pelo prefeito Marcelo Crivella no início da tarde de hoje, segunda (1). Ele explicou que a reabertura será dividida em seis fases, com previsão de duração de 15 dias cada. Segundo ele, será um relaxamento “lento, gradual e com segurança” das medidas contra o coronavírus, e a cidade deve voltar ao “novo normal” em agosto. “As aulas poderão começar, se o plano todo der certo, em julho”, afirmou. De acordo com Crivella, as ações estão sendo alinhadas com o governador Wilson Witzel e foram tomadas seguindo orientações do conselho científico.

Covid-19: Taxa de ocupação de leitos de UTI para doença é de 91%

Veja abaixo o cronograma divulgado pelo prefeito:

Fase 1:

Continua após a publicidade

-Atividades esportivas em centros de treinamento
-Atividades esportivas nos calçadões (Não serão permitidas atividades na faixa de areia. Saunas e piscinas continuam proibidas).
-Atividade aquática individual no mar
-Celebrações em igrejas (com protocolo de desinfecção)
-Lojas de móveis e decorações
-Concessionárias de automóveis

Casa de Saúde São José anuncia o fechamento de sua maternidade

Fase 2:

Shoppings entre 12h e 20h, com restrições de movimentação
Ccompetições esportivas com portões fechados

Fase 3:

-Todos os comércios, com restrição de circulação
-Bares e restaurantes abertos, com 50% da capacidade
-Academias abertas com agendamento e distanciamento
-Luta e dança, sem contato físico
-Crossfit
-Creches, desde que pais estejam trabalhando
-Escolas: quinto e nono ano, sem aglomeração
-Salões de beleza, tatuagem e estética, com restrições
-Praias e parques abertos, sem aluguel de cadeira e barraca
-Áreas de lazer
-Atividades culturais em espaço aberto, sem aglomeração
-Competições esportivas com um terço do público

Vacinação contra a gripe é prorrogada até 30 de junho

Continua após a publicidade

Fase 4:

-Pré-escolas e turmas de primeiro e segundo ano
-Pontos turísticos com um terço da capacidade

-Atividade em espaço cultural fechado, com restrição de capacidade

Quarentena: museus desenvolvem atividades on-line para crianças

Fase 5

Continua após a publicidade

-Diminuição de restrições de capacidade em quase todos setores (bares, restaurantes, estádios, cinemas, etc)
-Praias e parques abertos, sem aglomeração
-Reabertura do terceiro e quarto ano nas escolas

Fase 6

Escolas e universidades integralmente, sem aglomeração

“O afastamento social, quando se prolonga, apresenta um número maior de mortes por outras doenças. A gente estava muito preocupado com Covid. O afastamento social precisa ter um equilíbrio. É preciso que esse afastamento não traga efeitos danosos para mortes com outras comorbidades.”

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Publicidade