Invasão carioca

Restaurantes do Rio pegam a ponte aérea e levam suas receitas de sucesso para a capital paulista

A abertura do Gero de Ipanema, em 2002, representou uma mudança importante no cenário gastronômico da cidade. Um dos melhores restaurantes de São Paulo havia desembarcado no Rio, trazendo para cá o padrão de excelência que fez do grupo Fasano a grande referência do ramo. Foi só o prólogo para uma invasão em massa que aconteceria cerca de cinco anos depois. De uma só tacada, Bráz, Le Vin Bistrô, Ráscal, Nakombi, America e Forneria abriram filiais por aqui. Agora, um movimento semelhante se consolida na direção oposta. A sorveteria Mil Frutas e o Garcia & Rodrigues, cuja matriz, no Leblon, já nem existe mais, lideraram o contra-ataque. Logo depois partiram o Venga! e a Prima Bruschetteria. Por último, em setembro deste ano, o Aconchego Carioca desembarcou em um imóvel na Alameda Jaú, no nobre bairro dos Jardins. Além de oferecer seu famoso bolinho de feijoada e outras receitas substanciosas da cozinha brasileira, a chef Kátia Barbosa recorreu a algumas novidades com o intuito de fisgar a clientela local pelo estômago. “Fizemos uma releitura do clássico virado à paulista, com massa de feijão recheada de ovo, bisteca, couve e linguiça, e criamos alguns pratos executivos no almoço. Fiquei impressionada ao ver como as pessoas estão sempre com pressa lá”, brinca Kátia.

restaurantes-02.jpg

restaurantes-02.jpg

Se o Rio já havia inspirado outros negócios bem-sucedidos na capital paulista, como os bares Pirajá, São Cristóvão e Filial, foi natural que os próprios empresários daqui investissem nessa ponte aérea. Para dar certo, a estratégia dos recém-chegados passa por reproduzir os ingredientes que lhes renderam fama. No caso do Venga!, funcionou. Prestes a completar um ano de vida, a unidade paulistana é a de maior faturamento da rede nascida e criada no Leblon. “Recriamos o ambiente informal e mantivemos os clássicos no cardápio”, destaca Fernando Kaplan, parceiro nessa empreitada da Companhia Tradicional de Comércio, responsável pelo Astor, Bráz e pelo próprio Pirajá. Já o serviço, o grande calcanhar de aquiles dos estabelecimentos cariocas, é um caso à parte nessa fórmula de sucesso. Tanto que os dois gerentes e o chef do Venga! foram contratados diretamente em São Paulo. No Aconchego, uma consultoria também se encarregou de treinar os funcionários da nova casa nos padrões locais. Nem todos tiveram essa expertise. Os desbravadores Gula Gula e Joe & Leo?s chegaram a São Paulo em 2004, mas viram suas marcas naufragar, o que não desanimou seus proprietários de tentar mais uma vez. Até o início de 2013 a melhor hamburgueria da cidade será reinaugurada por lá e a rede de cozinha saudável voltará com suas saladas e quiches. Ambas se juntarão ao Porcão, que prevê, para o mesmo período, a abertura de três filiais.

restaurantes-03.jpg

restaurantes-03.jpg

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s