Clique e assine com até 65% de desconto

Tonico Pereira: “Nasci para quebrar protocolos, mas na pandemia preciso cumpri-los”

Ator encena o monólogo O Julgamento de Sócrates, pela internet, neste fim de semana e fala sobre a adaptação à nova vida

Por Marcela Capobianco Atualizado em 12 nov 2020, 12h52 - Publicado em 12 nov 2020, 12h50

Aos 72 anos, Tonico Pereira, assim como atores de diversas gerações, precisou se adaptar à nova realidade e transpôs o monólogo O Julgamento de Sócrates para a internet. O resultado, segundo ele, é prazeroso. “Fiz pequenas alterações na peça. Passei a olhar para a câmera em vez de olhar para o público, por exemplo. A minha vivência é interpretar, não importa em que circunstância.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Nesta sexta (13) e sábado (14), Tonico sobe ao palco do Teatro das Artes, no Shopping da Gávea, que ainda não voltou a receber o público, para duas sessões on-line do espetáculo, que mostra as aflições do filósofo grego, que viveu entre 470 e 399 A.C., condenado à morte por ter ideias conflitantes com as vigentes na época.

+ Maria Ribeiro: “Descancelando 2020”

A peça estreou em 2017, nos moldes convencionais, para celebrar os 50 anos de carreira de Tonico Pereira. O ator confessa que espera, num futuro próximo, as plateias lotadas novamente. “Atuar para a câmera, em cima do palco, é melhor que não atuar. É natural, neste momento, que o público permaneça em casa”, avalia o ator.

Continua após a publicidade

De volta às gravações nos Estúdios Globo – ele integra o especial de Natal da série Diário de Um Confinado, de Bruno Mazzeo e Joana Jabace e se prepara para uma participação na novela Um Lugar ao Sol, que vai substituir Amor de Mãe – Tonica precisa seguir inúmeros protocolos de segurança. “É difícil, porque eu nasci para quebrar os protocolos. Jamais imaginei que fosse passar por uma coisa dessas, mas em breve vou subverter tudo novamente”, brinca o ator.

+ Elza Soares, Martinho da Vila e Gil são excluídos de lista de negros notáveis

A peça O Julgamento de Sócrates faz parte do projeto teatral do app Sound Club Live, que também vai apresentar o espetáculo Tsunany, com Nany People, e o show Cantando de Frank a Wando, com Marcelo Serrado. Para assistir, basta baixar o app no celular.

+ Marcelo Serrado dá dica de filme para ver com a família

O Julgamento de Sócrates. Sexta (13) e sábado (14), 20h. R$ 20,00. Transmissão pelo app Sound Club Live. 

Continua após a publicidade
Publicidade