Clique e assine com até 65% de desconto

Teatro João Caetano reabre com show do grupo de choro Galo Preto

Primeira apresentação acontece nesta sexta (20), às 19h. Ocupação do espaço será restrita a um terço da capacidade

Por Marcela Capobianco 18 nov 2020, 12h33

Fechado desde março por causa da pandemia do novo coronavírus, o Teatro João Caetano, na Praça Tiradentes, no Centro, vai reabrir ao público nesta sexta (20).

O grupo de choro Galo Preto, que comemora 45 anos de atividade, fará quatro apresentações, na sexta (20) e sábado (21), e nos dias 27 e 28 de novembro, sempre às 19h. Os ingressos custam R$ 10,00 e podem ser comprados pelo site Sympla ou na bilheteria do teatro.

+ “Amo a Tia Surica, muito melhor que passar a noite com o Crivella”, diz Eduardo Paes após faltar debate

Serão vendidos 298 ingressos, o que corresponde a um terço da capacidade do espaço. O protocolo sanitário da Funarj incluiu, entre outras mudanças, a instalação de filtros Hepa (High Efficiency Particulate Air) nos equipamentos de refrigeração de seus espaços culturais. Esse tipo de filtro é recomendado para uso em hospitais, laboratórios, nas indústrias farmacêutica e alimentícia e em cabines de segurança biológica. O uso de máscara será obrigatório durante o show.

+ Consciência Negra: Google lança plataforma dedicada à arte afro

Continua após a publicidade
Galo Preto: comemoração de 45 anos de carreira no palco do João Caetano Divulgação/Divulgação

Formado por Afonso Machado (bandolim, arranjos e direção musical), Alexandre Paiva (cavaquinho), José Maria Braga (flauta), Tiago Machado (violão e arranjos), Diego Zangado (bateria e percussão) e Zé Luis Maia (baixo), o grupo vai interpretar canções de compositores como Bororó, Claudionor Cruz, Cartola, Nelson Cavaquinho, Elton Medeiros, Délcio Carvalho e Nelson Sargento, entre outros.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Os shows terão a participação da cantora Clarisse Grova.

O Galo Preto surgiu em meados dos anos 70, quando o choro vivia uma época de profundo ostracismo, marcando de forma definitiva sua importância no cenário musical pela coerência de não abrir mão das suas marcas registradas: a rara sonoridade e a preocupação com a renovação do estilo musical.

+ CCBB abre exposição sobre ícone da Art Nouveau

Galo Preto. 20, 21, 27 e 28 de novembro, 19h. Teatro João Caetano. Praça Tiradentes, sem número, Centro. R$ 10,00. Sympla ou bilheteria, terça a sexta, 13h/19h. Sábados e feriados, 15h/18h.

Continua após a publicidade
Publicidade