Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Ney Matogrosso 80 anos: um guia para comemorar a data à altura

Canal de TV vai transmitir shows, músicas inéditas chegam ao streaming no domingo (1º) e biografia escrita por Julio Maria está pintando nas livrarias

Por Marcela Capobianco 30 jul 2021, 14h00

Nascido em 1º de agosto de 1941, o sul-matogrossense Ney de Souza Pereira  chega aos 80 anos neste fim de semana, esbanjando fôlego e vitalidade. Enquanto o novo disco completo – esperado para o segundo semestre – não fica pronto e os shows convencionais não voltam a acontecer, dá para celebrar a carreira do cantor sem sair de casa.

+ Aos 80, Ney Matogrosso grava álbum, ganha biografia e está em paz

No domingo (1º) quatro músicas do novo disco, ainda sem nome, serão disponibilizadas nas plataformas de streaming.

O Canal Brasil terá uma programação em homenagem à voz de Sangue Latino, Poema e outras tantas canções que habitam a mente do povo brasileiro. Às 9h45 deste domingo (1º), será exibido o DVD do show Atento aos Sinais, lançado em 2014. No repertório do show dirigido por Felipe Nepomuceno ganham destaque canções da nova geração da MPB.

Em seguida, o canal de TV por assinatura transmite o documentário Olho Nu, de Joel Pizzini, também de 2014. O filme retrata a vida e a obra de Ney Matogrosso a partir de um conjunto de imagens e sons reunidos pelo artista. Num espetáculo sobre seu percurso musical, o longa evoca a brilhante trajetória de Ney nos palcos.

+ Mistérios noturnos dão o tom de espetáculo dirigido por Yara de Novaes

Continua após a publicidade

Em todas as sextas de agosto serão exibidos registros de shows do artista, sempre às 13h45. No dia 6, entra em cartaz Ney Matogrosso – Beijo Bandido, de 2010, show no qual a criteriosa seleção de repertório é sublinhada pela excelência vocal do intérprete. Já Infernynho – Marília Bessy Convida Ney Matogrosso, de 2012, poderá ser conferido no dia 13 de agosto.

Dan Nakagawa Convida Ney Matogrosso, 2013, entra no dia 20 e o DVD da turnê Inclassificáveis será exibido no dia 27. Dirigido por João Jardim, Ney resgata o estilo performático que o lançou ao estrelato, quando integrava o grupo Secos e Molhados: maquiagem, fantasia, sensualidade e o rebolado inconfundível.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Quem prefere comemorar lendo tem que correr para as livrarias. Ney Matogrosso – A Biografia, escrita pelo jornalista Julio Maria, está pintando nas prateleiras físicas e digitais e é um retrato esmerado de um artista que, na sua odisseia rumo ao olimpo da MPB, viveu aventuras mirabolantes — quase todas no Rio.

+ Comida di Buteco: 73 bares do Rio concorrem com petiscos

O livro vai das origens de Ney, nascido em Bela Vista, na fronteira com o Paraguai, à primeira dose da vacina contra a Covid-19, recebida por ele em 1º de março. Leitura saborosa, revela a cada página a importância de cenários e personagens cariocas na vida do biografado.

Continua após a publicidade
Publicidade