Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Estrelado por Manu Gavassi, filme de Matheus Souza chega ao streaming

Me Sinto Bem Com Você estreia na plataforma da Amazon nesta quinta (20), entrelaçando histórias vividas por jovens no período de isolamento social

Por Marcela Capobianco Atualizado em 17 Maio 2021, 15h38 - Publicado em 17 Maio 2021, 12h16

Em sua estreia como cineasta independente com Apenas o Fim, em 2008, Matheus Souza foi celebrado e considerado o menino-prodígio da direção. Ele tinha apenas 20 anos e colecionou elogios de produtores, diretores e atores.

Agora, 13 anos mais tarde, Matheus mostra maturidade, mas ainda conserva o estilo despojado em seus filmes, principalmente na direção de arte. O longa Me Sinto Bem Com Você, estrelado por Manu Gavassi, estreia na Amazon Prime Video nesta quinta (20).

+ Comuna reabre na Lapa com drinques e os famosos hambúrgueres

A produção, filmada em pouco mais de um mês, entrelaça cinco histórias de amor em tempos de quarentena. “É um filme sobre acolhimento, empatia, diálogo. O valor de ter alguém para te fazer rir e te acalentar nos piores momentos. O valor de entender e escutar o outro. A escuta como uma forma de amor”, afirma o diretor, que também atua no filme.

+ Rita Fernandes: “O maior Carnaval do século? Só com vacina e planejamento”

Continua após a publicidade

A ideia nasceu das conversas de Matheus com a mãe por telefone durante os primeiros meses de isolamento social. “Acredito que manter contato com aqueles que amamos, por vídeo ou telefone, foi fundamental para aliviar as tensões surgidas na pandemia”, complementa.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Entre as histórias abordadas em Me Sinto Bem Com Você aparecem a de um casal de ex-namorados que volta a trocar mensagens e a de duas jovens que acabaram de se apaixonar e vivem o medo da relação esfriar pela distância. Relações familiares também estão por lá, como a de duas irmãs que se afastaram pré-pandemia e tentam retomar a amizade.

+ Claude Troisgros e batista inauguram restaurante na Zona Norte

Além disso, o filme mostra os desafios da convivência – e da ausência – sob a ótica de dois ficantes explorando meios de sobreviver à ausência do toque e um casal que não se aguenta mais tentando lidar com a presença do outro 24 horas por dia. Pessoas, em meio ao isolamento social, fazendo de tudo para se manterem próximas.

+ Ainda não assina Amazon Prime Video?! Clique aqui para se inscrever!

Continua após a publicidade
Publicidade