Clique e assine por apenas 3,90/mês

Grátis: festival de tecnologia terá oficinas e palestras pela internet

Quarta edição do Hacktudo começa nesta sexta (16), antecipando tendências sobre inovação, sustentabilidade e empreendedorismo

Por Marcela Capobianco - Atualizado em 13 out 2020, 19h39 - Publicado em 13 out 2020, 11h33

A quarta edição do Festival Hacktudo começa nesta sexta (16), numa versão 100% on-line. Composto por palestras, oficinas e o tradicional hackaton, que deu origem ao evento, o festival pretende antecipar as tendências acerca da tecnologia, inovação, sustentabilidade e empreendedorismo.

“O Hacktudo é um grande encontro para ensinar, engajar e integrar pessoas de todas as idades, sobre as novidades do mundo digital e da tecnologia”, diz Miguel Colker, um dos idealizadores do festival.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Desta vez, o hackaton, competição voltada para universitários de todas as áreas, será em parceria com a OLX. Durante 36 horas, trinta equipes vão desenvolver projetos relacionados ao tema Economia Colaborativa em Tempos de Pandemia. Todos os trabalhos serão avaliados por especialistas e os três times vencedores vão receber 10 000 reais em prêmios. O estudante eleito com melhor performance da competição ganhará um estágio na empresa de compra e venda on-line.

+ Produtora é barrada no Forte de Copacabana por mensagem contra Bolsonaro

Uma das atrações mais aguardadas pelo público, a corrida de drones será transmitida por meio de uma websérie entre os dias 19 e 25 de outubro. O conteúdo, previamente gravado dentro das recomendações da OMS, transforma a Cidade das Artes, na Barra da Tijuca, em um cenário de disputa para oito pilotos profissionais do eixo Rio-São Paulo. O circuito, de 400 metros quadrados, é repleto de obstáculos para desafiar a habilidade dos competidores.

+ Mostra celebra encontro entre Oiticica e Neville d’Almeida

Continua após a publicidade

A conferência on-line de painéis e palestras com os principais especialistas do mercado acontece de 19 a 25 de outubro e tem a curadoria de André Simões, fundador da Passei Direto, maior plataforma de estudos do Brasil, e também um dos fundadores do Hacktudo. A apresentação será de Ronaldo Lemos, advogado e especialista em tecnologia da informação.

A edição conta com uma parte da programação voltada para o poder das mulheres no mercado da tecnologia. O Hack Delas, com curadoria assinada pelo coletivo Minas Programam, terá entrevistas com mulheres profissionais da área, que compartilharão vivências e os desafios do meio que é predominantemente masculino.

+ Escolas particulares devem preencher formulário sanitário para retomar atividades

Além disso, o Hacktudo terá o espaço Maker, uma feira on-line de projetos criativos e invenções no estilo Faça-Você-Mesmo, que está com inscrições abertas.

Nos dias 24 e 25 de outubro, o espaço LAB vai transmitir oficinas com especialistas da Code Buddy, que levarão práticas de ciências da computação ao público. O youtuber Victor Lamoglia também vai ministrar oficinas para os espectadores virtuais.

A partir de resíduos de computadores, mouses, teclados, disquetes, fios, chips, entre outras sucatas tecnológicas, o artista plástico Jota Azevedo criou quadros que reproduzem rostos de personalidades, como Albert Einstein, Steve Jobs, Nicola Tesla e Alan Turing. As obras integram a exposição O Poder da Inovação, que poderá ser acompanhada pelo público por meio de um tour virtual no site do evento.

Para se inscrever no hackaton e nas oficinas e conferir a programação, basta acessar o site do festival.

Continua após a publicidade
Publicidade