Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Primeiro festival de cinema LGBTI+ do Rio abre inscrições

Serão selecionados trinta curtas de ficção ou documentário que abordem as lutas políticas, tragédias e também celebrações

Por Marcela Capobianco Atualizado em 25 jan 2021, 14h48 - Publicado em 25 jan 2021, 12h17

Você sabe o que é pajubá? Na época da Ditadura Militar, a comunidade LGBT+ criou um vocabulário próprio, como forma de enfrentar a violência policial e a opressão social. Esse vocabulário foi batizado de pajubá.

Décadas depois, o verbete foi escolhido para dar nome ao primeiro festival de cinema LGBTI+ do Rio de Janeiro, que abre inscrições nesta segunda (25).

+ As transformações do Baixo Gávea, ícone da boemia

A proposta do evento é incentivar um diálogo entre a linguagem audiovisual e a cultura LGBTI+, funcionando como um espaço de difusão, reflexão, consciência e celebração de suas potencialidades.

Até 12 de fevereiro, realizadores de todo o país podem incluir seus curtas-metragens (com duração entre um e vinte minutos) através do site do festival.

Trinta produções serão escolhidas pelos organizadores. Para participar da mostra, os filmes têm que ter sido finalizados a partir do dia 1º de janeiro de 2018 e devem preencher ao menos um dos seguintes requisitos: abordagem de temáticas voltadas para a diversidade sexual e de gênero, personagens LGBTI+ como protagonistas e direção de pessoas que façam parte da comunidade.

+ Órgãos da França e Alemanha se unem para apoiar artistas brasileiros

Continua após a publicidade

A seleção levará em conta narrativas LGBTI+, de ficção ou documentário, que abordem as lutas políticas, tragédias, mas também alegrias, celebrações, pesquisas e experimentações estéticas e de linguagens cinematográficas.

Os curtas selecionados serão divididos em três mostras competitivas, Brasil Ficção, Brasil Documentário e Regional Fluminense, voltada para promover exclusivamente criadores do estado do Rio de Janeiro.

+ Theatro Municipal lança programação on-line de férias

A exibição será on-line e gratuita durante o evento, previsto em março.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Ao final, o público e um júri técnico vão eleger os premiados deste ano em categorias como melhor filme, atuação e prêmio especial. Os mais votados ainda receberão os filmes em formato de acessibilidade, com audiodescrição e tradução em libras.

Continua após a publicidade

Publicidade