Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Órgãos da França e Alemanha se unem para apoiar artistas brasileiros

Ferramenta on-line ajuda profissionais da cultura a encontrar cursos, bolsas, residências e incentivos nos países europeus

Por Marcela Capobianco 21 jan 2021, 16h40

Com uma longa jornada de cooperação internacional, França e Alemanha se uniram para apoiar artistas brasileiros que sonham com uma oportunidade trabalho ou estudo na Europa.

Nesta sexta (22) o Serviço de Cooperação e Ação Cultural do Consulado Geral da França no Rio de Janeiro e o Goethe-Institut carioca lançam a Plataforma de Busca de Incentivos Culturais, um ambiente digital que reúne iniciativas alemãs e francesas de apoio e fomento a arte e cultura.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Ao acessar o site, o artista, criativo, estudioso ou produtor brasileiro pode encontrar informações sobre oportunidades como cursos, bolsas, residências, programas de incentivo e outros projetos. O link de acesso é apoio.art.

Haverá uma cerimônia on-line de lançamento, a partir das 15h desta sexta (22), pelo YouTube. No encontro, será feito um tour digital pela plataforma.

+ Julia Mestre vai homenagear Rita Lee em festival on-line

Continua após a publicidade

Os projetos podem ser selecionados por tags, organizadas por três diferentes verticais: país de origem (Alemanha ou França); área (artes cênicas, artes visuais, audiovisual, design, editorial, gestão e mediação, moda, mundo digital, museus e patrimônio, música, urbanismo e arquitetura, ou multidisciplinar) e tipo de apoio (bolsa, comercialização, cooperação, fomento, formação, prêmio ou residência).

+ Taís Araujo sobre Soul, novo filme da Pixar: “Inacreditável de bom”

É possível filtrar, por exemplo, apenas oportunidades de residência, ou apenas para as Artes Cênicas, ou somente oportunidades em solo francês. Ou, claro, fazer cruzamentos entre essas tags e encontrar instituições que ofereçam especificamente o que o usuário deseja.

+ Leandro Hassum: “Quem ama estar no palco não liga para plateia vazia

Cada um dos fomentos será acompanhado de um resumo em português, com detalhes sobre a instituição e a candidatura. Está prevista, para o futuro, uma seção com relatos e depoimentos de pessoas que já participaram de programas, fizeram residência artística ou tiveram outras experiências locais.

“Nosso intuito é contribuir para a democratização da informação sobre as oportunidades existentes e trazer novas perspectivas para os profissionais brasileiros. Esperamos que eles possam fazer proveito desde já, pesquisando e preparando candidaturas. Há vários editais que operam com muita antecedência. Então, os proponentes precisam de tempo para buscar ajuda, preparar currículo em outros idiomas e organizar diversos documentos”, avalia Christian Strube, coordenador do projeto de integração franco-alemã do Goethe-Institut Rio de Janeiro.

+ Musical sobre Nelson Gonçalves ganha curta temporada no Rio

Continua após a publicidade
Publicidade