Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Feira do Lavradio terá apresentações de jazz ao ar livre

Shows acontecem nos próximos quatro sábados, a partir das 16h, como tentativa de revitalizar o Centro do Rio, bastante afetado pela pandemia

Por Marcela Capobianco 16 jun 2021, 16h23

A tradicional Feira do Rio Antigo, que vem acontecendo todo sábado na Rua do Lavradio, no Centro, vai receber um circuito de jazz nas próximas quatro edições.

+ Fernanda Torres recusa vacina da Fiocruz, mas volta atrás

O Jazz na Feira começa já neste sábado (19), às 16h, com apresentações ao ar livre e gratuitas. Para evitar aglomeração, o público ficará acomodado em cadeiras, com espaçamento, em frente ao palco.

+ Aos 81 anos, Suely Franco experimenta dores e delícias do teatro on-line

Na abertura se apresentam Márcio Hallack e AC, com participação especial do baixista Rodrigo Vila e do baterista Rodrigo Dias. Eles prometem misturar o jazz à música erudita e ao choro.

Já no dia 26 de junho, sobe ao palco o Valmir Giffoni Group, composto por Jonathas Cherem (teclado), Leo Brasolino (trompete) e Valmir Giffoni (bateria). Eles farão releituras de clássicos de Tom Jobim, Miles Davis e Hermeto Pascoal, com muitas sessões de improviso.

Continua após a publicidade

Em 3 de julho, o trio formado por Dilson Nascimento, Claudionor Dy Carvalho e Renato Larsen vai apresentar sucessos da Bossa Nova em versão instrumental.

O encerramento, no dia 10 de julho, fica a cargo do Charles Zanol Trio, formado por Charles Zanol no vocal e guitarra, Eurico Zen na percussão e Pedro Leão na guitarra, com versões instrumentais e cantadas de pérolas do blues, R&B e, claro, jazz.

+ Bares e restaurantes vão poder ocupar vagas de estacionamento com mesas

O projeto é capitaneado por Plínio Fróes, diretor do Polo Novo Rio Antigo, e Mônica Silva, CEO do Palcos do Rio e sócia do Pub Panqss.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Antes da pandemia, a feira acontecia ao primeiro sábado de cada mês, enchendo a Rua do Lavradio de turistas e moradores. Quando a realização do evento voltou a ser liberada, a associação responsável conseguiu uma autorização para armá-la todo sábado, diluindo o público e podendo afastar as barracas dos expositores.

Continua após a publicidade
Publicidade