Clique e assine por apenas 3,90/mês

Parque Lage: Escola de Artes Visuais abre aulas on-line para todo o país

Serão doze oficinas de férias e cerca de cinquenta cursos, abordando diversas questões, com duração de agosto a dezembro

Por Marcela Capobianco - 6 jul 2020, 18h16

A Escola de Artes Visuais do Parque Lage (EAV), tradicional instituição de ensino artístico carioca, vai oferecer oficinas cursos de férias neste mês e cerca de cinquenta cursos remotos, a partir de agosto, por meio de uma plataforma interativa.

+ Orquestra Petrobras Sinfônica divulga vídeo tocando música do Coldplay

O sotware, cedido pela  Secretaria de Educação do Rio de Janeiro em parceria com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa, poderá ser acessado por alunos de todo o Brasil

Todas as ementas foram concebidas já na conjuntura da pandemia e do consequente isolamento social. Os encontros vão acontecer sempre ao vivo. “Absorver novas referências como ponto criador de sentido para as aulas da EAV, trocando experiências com alunos de outros estados e adensando nosso repertório em arte brasileira, é algo que nos interessa de maneira singular”, comenta Ulisses Carrilho, curador da EAV.

+ Drive-Ins terão shows de samba e MPB

Continua após a publicidade

Os cursos de férias, de curta duração (quatro a oito aulas), foram desenvolvidos a partir de recortes temáticos e dinâmicas que consideram o isolamento social. A proposições tomam a arte como uma importante ferramenta de construção de sentido para pensar a atualidade em suas dimensões estéticas, sociais e políticas. Nos encontros via internet, será possível conhecer técnicas, elaborar novos processos artísticos e ganhar um rico repertório teórico.

+ Pandemia faz ateliês cariocas ‘fervilharem’

As aulas do segundo semestre começam no dia 3 agosto e vão até dezembro. O cursos estão divididos em sete núcleos: pintura e desenho, imagem em movimento, estudos críticos e curatoriais, volume e espaço, corpos, oficinas gráficas e fotográficas, e desenvolvimento de projetos/poéticas.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

O corpo docente é composto por nomes como Iole de Freitas, Franz Manata, Bernardo Magina e Clarissa Diniz.

As mensalidades custam a partir de 300 reais. As informações podem ser conferidas pelo site da EAV.

Continua após a publicidade
Publicidade