Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Coletivo agita o mercado audiovisual com produções femininas

Plataforma Hysteria, núcleo da Conspiração Filmes, lançará ainda este mês um site com séries originais produzidas por mulheres

Por Redação VEJA RIO Atualizado em 14 nov 2017, 17h30 - Publicado em 14 nov 2017, 15h27

Com o objetivo de criar conteúdo a partir da concepção feminina, o coletivo Hysteria, mais novo núcleo da Conspiração Filmes, tem agitado o mercado audiovisual com produções e curadorias feitas a partir do olhar feminino visando abrir espaço para narrativas contemporâneas. A iniciativa se materializa em um site que foi lançado nesta terça (14).

A nova plataforma online conta basicamente com três ambientes: Ver, Ler e Ouvir. Ver é dedicado a conteúdos audiovisuais e reúne séries originais, coproduções e aquisições. Entre eles, está o programa “Tudo”, em que a atriz Maria Ribeiro aborda todo o tipo de assunto. O programa semanal é transmitido sempre às quintas e se dedicará a um tema por episódio.

Liderada por Renata Brandão, CEO da produtora, a plataforma reúne profissionais da casa como a diretora de criação Carolina Albuquerque, e outros trazidos do mercado, caso da diretora editorial Isabel De Luca.

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade