Clique e assine por apenas 4,90/mês

Documentário revela produtos alemães no nosso dia a dia

"A Alemanha Em Nós" será lançado nesta terça (14), em Botafogo, com exibição grátis. Realizadores percorreram 1800 km no país europeu

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 14 nov 2017, 13h30 - Publicado em 14 nov 2017, 13h11
documentário alemanha
Kadeh Ferreira e Ferrado Borchatto: 1800 quilômetros rodados na Alemanha Divulgação/Arquivo pessoal

Esqueça a boa e velha imigração que trouxe alemães ao país e fez surgir cidades como Blumenau, Gramado, Pomerode, Juiz de Fora, entre outras. O documentário A Alemanha Em Nós, que será lançado nesta terça (14), em Botafogo, com exibição grátis, mostra que o nosso dia-a-dia está repleto de produtos de origem germânica, que vão desde as grandes máquinas até o cafezinho diário.

Realizadores do projeto, Kadeh Ferreira e Ferraro Borchetta rodaram 1800 km pelo país europeu, visitando as cidades onde foram criadas marcas como a Melitta, a O.B. (sim, o tampão feminino), a Faber-Castell e a Adidas. “Tem até quem ache que o Fusca é brasileiríssimo, mas não, é totalmente germânico. Aliás, um projeto da Alemanha nazista”, conta Kadeh.

O documentário reflete ainda sobre o 7 a 1 na Copa do Mundo de 2014 e dá um pulinho no sul do Brasil para investigar se o empreendedorismo alemão viaja com ele onde quer que seu povo esteja. “Temos produtos brasileiros com DNA alemão? Essa é a pergunta que nos fizemos e que mostramos no filme de 40 minutos”, finaliza Ferreira.

A Alemanha em Nós. Lançamento na terça (14), às 21h. Rua General Polidoro, 180, Teatro Solar de Botafogo (abertura da casa: 18h). Grátis.

Continua após a publicidade
Publicidade