Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

CCBB terá mostra de filmes de terror com 100% de produções brasileiras

Quarenta e quatro curtas e longas de diretores da nova geração e de consagrados como Zé do Caixão serão exibidos on-line a partir do dia 28

Por Marcela Capobianco Atualizado em 21 out 2020, 13h28 - Publicado em 21 out 2020, 13h27

O dia das bruxas está chegando e, para entrar no clima, o Centro Cultural Banco do Brasil vai promover, entre 28 de outubro e 23 de novembro, uma mostra on-line de filmes brasileiros de terror.

A mostra macaBRo – Horror Brasileiro Contemporâneo é um passeio sinistro por 44 produções entre longas e curtas-metragens da nova geração de diretores e diretoras, assim como de nomes consagrados como José Mojica Marins, o Zé do Caixão, que morreu em fevereiro deste ano.

+ Museu Casa do Pontal se despede do Recreio com exposição do acervo

A curadoria é de Breno Lira Gomes e Carlos Primati, que selecionaram filmes produzidos nos últimos cinco anos, com data de lançamento até 2020, que continham forte experimentação visual, histórias horripilantes e marcantes.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

As exibições serão gratuitas e on-line na plataforma darkflix.com.br/macabro, serviço de streaming do gênero Cinema Fantástico.

Continua após a publicidade

Os longas ficarão disponíveis por 24 horas, com limite de visualizações. Já os curtas poderão ser acessados por uma semana.

A programação também vai contar com debates e palestras, com inscrições via Sympla, além de cursos e lives no Youtube e Instagram da @blgentretenimento, sem necessidade de inscrição prévia.

+ Saudades de ir ao cinema? Confira as estreias do mês

“A mostra macaBRo – Horror Brasileiro Contemporâneo vem para celebrar esse cinema cheio de coragem e vontade de encontrar o seu público. E principalmente, de narrar uma boa história de terror essencialmente brasileira, com temáticas ligadas à nossa cultura. O cinema brasileiro não é feito apenas de um tipo de filme e essa é uma boa oportunidade de valorizarmos ainda mais a recente produção do gênero no país”, explica o curador Breno Lira Gomes.

+ Teatro Riachuelo vai reabrir no sábado (24), com show do Casuarina

Entre os longas, destacam-se o premiado Morto Não Fala, de Dennison Ramalho, exibido em mais de 40 festivais no mundo e protagonizado por Daniel de Oliveira, Fabíula Nascimento e Bianca Comparato; O Animal Cordial, de Gabriela Amaral Almeida, com Luciana Paes, Murilo Benício e Irandhir Santos; Sem Seu Sangue, de Alice Furtado, que estreou no Festival de Cannes, e o aguardado O Cemitério das Almas Perdidas, de Rodrigo Aragão.

+ Hotel na Praia de Copacabana oferece aula de ioga ao ar livre

Continua após a publicidade
Publicidade