Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Borboleta ameaçada de extinção é vista no Jardim Botânico do Rio

Espécie rara chamou a atenção durante uma atividade infantil no melipolinário. No domingo (13), o JBRJ comemora 213 anos e anuncia uma nova trilha

Por Luiza Maia Atualizado em 8 jun 2021, 15h23 - Publicado em 8 jun 2021, 15h22

Na última sexta (4), enquanto as crianças participavam de uma ação educativa no melipolinário, o viveiro de abelhas sem ferrão do Jardim Botânico do Rio, uma borboleta que há anos não era vista roubou a cena.

+ Concurso vai eleger projeto arquitetônico de novo museu da Marinha no Rio

A Borboleta 88 (Diaethria anna) é uma espécie rara, e possui esse nome devido ao desenho preto e branco com o formato do número 8 nas asas. O inseto, ameaçado de extinção, encantou as crianças que participavam da atividade.

Crianças olham para borboleta
Borboleta 88: espécie rara foi o centro das atenções durante atividade Alexandre Machado/Divulgação

213 anos do Jardim Botânico

Em comemoração aos mais de 200 anos de fundação, a instituição lança, no próximo domingo (13), uma trilha para apresentar os principais monumentos e os cinco sítios arqueológicos que contam a rica trajetória do local.

+Jardim Botânico ganha mirante com vista privilegiada para o cactário

Continua após a publicidade

Nomeada como Trilha do Patrimônioela também receberá uma exposição, que será inaugurada durante o evento.

A cerimônia faz parte do calendário do 27º Congresso Mundial de Arquitetos (UIA-Rio 2021).

+Covid-19: população de Paquetá será cobaia para estudo de vacinação

A trilha é composta por 11 pontos que contribuíram para a formação do Jardim Botânico – dez deles localizados no arboreto e um deles, o Solar da Imperatriz, no Horto. O ponto de partida será o prédio mais antigo da Zona Sul do Rio, construído em 1576, 232 anos antes da data de fundação do Jardim, onde hoje funciona o Centro de Visitantes do JBRJ.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade