Clique e assine por apenas 4,90/mês

Bar Léo

(Desde 2018)

Tipos de Bares: Alemães, Bar-restaurante, Chope e cerveja

Veja Rio:

Endereço: Rua do Ouvidor, 18 - Rio de Janeiro - RJ ver no mapa

Telefone: (21) 25095730

Horário:

segunda-feira 11:30 - 22:00

terça-feira 11:30 - 22:00

quarta-feira 11:30 - 22:00

quinta-feira 11:30 - 00:00

sexta-feira 11:30 - 00:00

sábado 11:30 - 22:00

domingo 11:00 - 20:00

Informações adicionais: Lugares/Capacidade total (350)

Resenha por Carol Zappa

Fundado em 1940, em São Paulo, o ponto tradicional, berço da caldeireta de chope — criação de um antigo sócio —, integra o grupo Fábrica de Bares (o mesmo do Bar Brahma) desde 2012. Em processo de expansão, a casa abriu duas filiais na capital paulista e trouxe seu charme à moda antiga para o Rio em abril de 2018. Em uma esquina do Centro, o salão com decoração típica da Baviera tem prateleiras de madeira escura, balcão de mármore e vitrais coloridos. Disputadas na happy hour, as mesas do lado de fora também ficam lotadas no sábado, dia de roda de choro. Instituição local, o bem tirado chope Brahma ganha três dedos de colarinho cremoso (R$ 6,90 o claro; R$ 10,90 o escuro). Outra pedida, a caipirinha com o nome da casa leva vodca, tangerina, pimenta dedo–de-moça e manjericão (R$ 23,00). Da cozinha de verve alemã, são dicas certeiras os canapés no pão preto, como o hackepeter, de carne crua (R$ 37,00, doze unidades), e o eisbein fink, joelho de porco à pururuca servido com mostarda escura e chucrute (R$ 43,00).

    Fundado em 1940, em São Paulo, o ponto tradicional, berço da caldeireta de chope — criação de um antigo sócio —, integra o grupo Fábrica de Bares (o mesmo do Bar Brahma) desde 2012. Em processo de expansão, a casa abriu duas filiais na capital paulista e trouxe seu charme à moda antiga para o Rio em abril de 2018. Em uma esquina do Centro, o salão com decoração típica da Baviera tem prateleiras de madeira escura, balcão de mármore e vitrais coloridos. Disputadas na happy hour, as mesas do lado de fora também ficam lotadas no sábado, dia de roda de choro. Instituição local, o bem tirado chope Brahma ganha três dedos de colarinho cremoso (R$ 6,90 o claro; R$ 10,90 o escuro). Outra pedida, a caipirinha com o nome da casa leva vodca, tangerina, pimenta dedo–de-moça e manjericão (R$ 23,00). Da cozinha de verve alemã, são dicas certeiras os canapés no pão preto, como o hackepeter, de carne crua (R$ 37,00, doze unidades), e o eisbein fink, joelho de porco à pururuca servido com mostarda escura e chucrute (R$ 43,00).