Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Vacinação em Paquetá: resultado do primeiro teste sorológico é positivo

Pesquisa mostra que 90% dos moradores vacinados antes do estudo desenvolveram anticorpos contra a Covid-19

Por Luiza Maia 9 jul 2021, 15h07

Os primeiros resultados do estudo PaqueTá Vacinada, que avaliou mais de 2 300 exames sorológicos realizados antes da vacinação em massa na ilha, já mostram o saldo positivo da imunização. Entre os moradores já vacinados antes da pesquisa, 90% desenvolveram anticorpos contra a Covid-19.

+ Coronavírus: boates e eventos permanecem proibidos no Rio

Os dados também mostram que 40% dos adultos não-vacinados e 21% das crianças e adolescentes do local apresentaram os anticorpos, por terem sido antes expostos ao coronavírus. Ao todo, 2 759 pessoas participaram dos testes, o que equivale a 70% da população.

O procedimento foi realizado um dia antes da aplicação em massa da vacina AstraZeneca para 1 584 habitantes maiores de 18 anos e cadastrados na Estratégia Saúde da Família. Antes da ação, realizada no dia 20 de junho, 1 971 residentes já tinham tomado pelo menos a primeira dose da vacina, e 1 344 já haviam completado o esquema vacinal.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Desenvolvido pela Fiocruz com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o estudo tem o objetivo de avaliar como a imunização de grande parte da população atua na proteção das pessoas que ainda não foram vacinadas. Os pesquisadores ainda vão analisar se a redução na transmissão do vírus será significativa após a primeira dose, ou somente após a aplicação da segunda.

Na próxima fase da pesquisa, serão vacinados os adolescentes de 12 a 17 anos de Paquetá, no dia 18 de julho. Após o intervalo necessário entre as aplicações, a população receberá a segunda dose no dia 20 de agosto, completando o esquema vacinal.

+ Carnaval 2022: agora é certeza que Rio terá desfiles na Sapucaí; entenda

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade