Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Covid-19: Paquetá vacinará adolescentes entre 12 e 17 anos da ilha

Marcada para 18 de julho, próxima fase de "PaqueTá Vacinada" integra estudo da Fiocruz a fim de mensurar os impactos de uma campanha de imunização em massa

Por Redação 21 jun 2021, 14h33

Com o objetivo de imunizar contra a Covid-19 todos os moradores da ilha, a próxima etapa do projeto “PaqueTá Vacinada está prevista para 18 de julho. A data marcará a vez da aplicação da primeira dose  da Pfizer em todos os adolescentes de 12 a 17 anos.

+Racismo no Leblon: instrutor diz não saber que sua bike era furtada

Até este domingo (20), 96,3% da população local foi vacinada, como parte de um estudo para mensurar o impacto desta campanha de imunização. Apenas na data, 91,1% receberam a primeira dose da Oxford/Astrazeneca contra a Covid-19. A iniciativa faz parte de um estudo científico conduzido pelo Instituto Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) a fim de analisar a vacinação em larga escala e antever o que será do Rio em agosto, quando, de acordo com os planos da prefeitura, toda a população carioca maior de 18 anos estiver vacinada (ao menos com a primeira dose). Também tem como objetivo verificar se a primeira dose do imunizante já garante um bom nível de proteção coletiva ou se isso apenas ocorre, de fato, após a espetadela de reforço.

Agora, a ideia é expandir o projeto para outros locais, a exemplo das favelas de Maré e Manguinhos, que, ao contrário da ilha na Baía de Guanabara, não estão isoladas geograficamente do restante da cidade.

Em Paquetá, a aplicação da segunda dose ocorrerá oito semanas após a primeira picada (até então, era quase um consenso um intervalo de 90 dias). Em seguida, haverá uma nova coleta de sangue da população.

+Vacinação em Paquetá: 3 000 moradores da ilha passam por teste de Covid

Na próxima fase, Paquetá dará lugar ao primeiro evento-teste da cidade, no Parque Darke de Mattos, com 600 participantes, uma espécie de “carnaval fora de época” nas palavras do prefeito Eduardo Paes. A festa deve ocorrer em setembro, de acordo com a prefeitura.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade