Clique e assine por apenas 4,90/mês

Três lugares para beber gim-tônica no Rio

Conheça casas que têm cartas dedicadas a variações do drinque

Por Carol Zappa - Atualizado em 22 mar 2017, 14h08 - Publicado em 18 mar 2017, 13h07
Golden tonic: versão no Astor Felipe Gombossy/Divulgação

Astor. A carta dedicada a versões do drinque é sempre renovada. Recém-lançada, a quarta edição reúne três favoritos do público e três novidades. Da segunda ala, o golden tonic (R$ 28,00), servido no copo baixo, leva gim Bulldog, açafrão, rodelas de rabanete e um toque de limão.

Donostia: nova gintoneria no Lagoon Midiáttica Press/Divulgação

Donostia. O Lagoon ganhou em dezembro uma “gintoneria” — na verdade, a nova carta no San Remo, bar no complexo gastronômico. O drinque aparece em nove variações, como o tea tonic (R$ 30,00), com chá de frutas vermelhas, limão e hortelã. Há rótulos do destilado vindos de países como Inglaterra, Escócia, Bélgica e Espanha.

Gitano: mistura com caju no Garoa Bar Lounge Rodrigo Azevedo/Divulgação

Garoa Bar Lounge. Com matriz na Galícia, Espanha, o charmoso endereço se destaca pela atraente carta de drinques, executada com esmero pelo barman Igor Renovato. Só da combinação de gim e tônica surgem dez opções. Entre as criações autorais, o gitano (R$ 28,00) acrescenta caju, açafrão e xarope de gengibre à dupla original.

Publicidade