Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Inspiração japonesa: The Coffee aporta no Rio com bebidas mais em conta

Com uma "portinha" em Ipanema desde março, a rede de Curitiba chegou a Botafogo nesta segunda (14). O negócio aposta em modernidades à moda asiática

Por Carolina Barbosa Atualizado em 15 jun 2021, 15h27 - Publicado em 15 jun 2021, 14h07

Na fachada, um letreiro branco em formato de cubo com letras em preto sobre uma “portinha” chama atenção de quem passa pela Rua Vinícius de Moraes, em Ipanema. Na lateral destaca-se o nome da empreitada: ザ・コーヒー. Fique tranquilo se você não entende japonês. Logo vem a tradução: The Coffee. Ali, funciona desde março, a primeira loja carioca da rede, surgida em Curitiba, com filial aberta nesta segunda (14) na movimentada Rua Voluntários da Pátria, em Botafogo, e outro ponto no metrô da Carioca.

+O pão da vez: onde encontrar deliciosas versões do babka

Ipanema: aberta em meados de março
Ipanema: aberta em meados de março The Coffee/Divulgação

De inspiração nipônica (Tóquio é a cidade com o maior número de cafeterias do estilo “to go” no mundo), o criativo e modernoso negócio de ambiente minimalista, fundado pelos irmãos curitibanos Alexandre, Luis e Carlos Fertonani em 2017, conta atualmente com setenta pontos de venda (isso mesmo), entre casas espraiadas pelo país e unidades em Lisboa, Madrid, Barcelona e Paris, ainda em franca expansão.

Prático e rápido, como ditam as tendências dos novos tempos, o serviço do café urbano funciona assim: no esquema grab and go (pegue e leve), o cliente faz o pedido via aplicativo próprio ou no próprio tablet fixado sobre o balcão, escolhe se deseja nota fiscal por e-mail, paga, sem contato com barista, e aguarda as escolhas, que saem em pouquíssimos minutos. Tudo bem tecnológico mesmo. Pelo aplicativo evita-se ainda a fila. É só pedir e esperar ser chamado.

The Coffee: novidade em Botafogo
The Coffee: novidade em Botafogo Divugação/Divulgação

Os preparos são produzidos com blend da espécie arábica, oriundo da fazenda Pilar, no Paraná, de Cornélio Procópio, e do Cerrado mineiro, da fazenda Recanto e Estrela, no município da Serra do Salitre. O resultado são bebidas com notas de caramelo e castanhas, leve acidez frutada e sabor residual persistente.

Continua após a publicidade

+Três quitutes imperdíveis da… Confeitaria Colombo de Ipanema

Um atrativo local são os preços: com 40 mililitros, o expresso duplo sai a R$ 4,30. Um dos mais pedidos é o flat caramel, uma saborosa e nada enjoativa versão com leite e caramelo (R$ 7,90, 230 mililitros). Na ala quente, ele divide a preferência do público com o mad mocha (R$ 8,40), com café leite e chocolate. De sotaque oriental, o gelado matcha iced latte (R$ 11,20, 410 mililitros) traz o chá com leite e toque de menta, sem café. As bebidas são servidas em charmosos copos descartáveis e há a opção de trocar o leite pela versão vegetal. Para acompanhar, o enxuto cardápio lista um leve pão de queijo (R$ 4,40 a unidade), cookies e bolos.

Latte caramel + pão de queijo: combinação sai a R$ 12,30
Latte caramel + pão de queijo: combinação sai a R$ 12,30 Carolina Barbosa/Veja Rio

“Queríamos fazer um café prático, para o dia a dia, com autoatendimento, operação enxuta, e serviço rápido. A ideia foi um sucesso e resolvemos expandir”, conta o sócio-fundador Luis Fertonani. “Com esse modelo de negócio, o barista foca o preparo do café, sem se preocupar com o pagamento, que é automatizado”, complementa ele, que anuncia a chegada, nos próximos dois meses, de uma loja na Avenida Rio Branco, no Centro. Como se vê, vem muito mais por aí.

Serviço: Rua Vinícius de Moraes, 80, Ipanema. 7h30/19h30. Rua Voluntários da Pátria, 368, Botafogo. 8h/20h (sáb. e dom. 9h/16h). www.thecoffee.jp

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade