Clique e assine com até 65% de desconto

Saiba como se alimentar de forma prática e saudável no Carnaval

Nutricionistas sugerem doze opções para levar na bolsa e saborear entre um bloco e outro

Por Redação VEJA RIO Atualizado em 2 jun 2017, 12h15 - Publicado em 4 fev 2016, 15h46

Em meio à correria do Carnaval – e na ânsia de aproveitar todos os blocos – muita gente acaba se esquecendo de algo fundamental: a alimentação. Ela é essencial para curtir a folia com energia e de forma saudável. Embora todo mundo já saiba, vale a lembrança: além de um desjejum reforçado, é importante se alimentar a cada três horas, evitar alimentos gordurosos e com muito açúcar. “Alimentos ricos em sódio e os refrigerantes retém líquido, situação que se agrava no calor característico desta época. Por isso, melhor não ingeri-los. Salgadinhos também não são uma boa opção. Nem os fritos nem os assados, porque esse último, além de gordura, contém muita massa que torna a digestão ainda mais lenta”, explica a nutricionista funcional e ortomolecular Rachel Faria.

+ Vigilância Sanitária orienta foliões que irão se alimentar na rua

+ Dicas de bebidas revigorantes para enfrentar o Carnaval

Para facilitar sua vida, consultamos especialistas e preparamos uma seleção de lanches práticos e nutritivos para levar na bolsa durante os intensos dias de folia. As sugestões vão de oleagenosas e frutas até sucos, sanduíches e barrinhas. Não se esqueça ainda de outro ponto: a hidratação. Beba dois copos de água para cada dose de bebida alcoólica. Outra dica prática: “Água de coco, que pode ser encontrada em qualquer lugar”, sugere a nutricionista e chef Tati Lund, dona do .Org, na Barra. “Evite beber de barriga vazia, pois isso favorece quadros de enxaqueca e ressaca, o que poderá atrapalhar os próximos dias do seu carnaval”, recomenda a especialista Bruna Lyrio, da Clínica Francisco Tostes.

+ Chá de hibisco conquista cariocas adeptos do bem-estar e da boa forma

1) Mix de nuts sem sal com frutas secas (castanha-do-Pará, caju, amêndoas, tâmaras e damasco). Um bom exemplo é a barrinha nutritiva que a chef Tati Lund prepara. Se tiver um tempinho pré-folia, vale fazer.  Atenção para a receita: 2 xícaras de nozes (ou amêndoas, pecan, castanhas…),  ½ xícara de coco fresco ralado, ¼ xícara de semente de girassol, 2 colheres de sopa de linhaça, 2 colheres de sopa de chia,  ¼ xícara de goji Berry, 1 colher de chá de gengibre em pó, 1 pitada de sal, 3 colheres de sopa de melado, ¼ xícara de óleo de coco, 1 xícara de tâmaras, ¼ xícara de cacau. Modo de preparo: processar as nozes. Em seguida, acrescentar a semente de girassol, o coco ralado, a linhaça, chia, goji Berry, gengibre e sal. Pulsar. Colocar em uma tigela. Processar as tâmaras, o melado, o óleo de coco e o cacau até formar uma pasta. Misturar tudo com a mão. Colocar em uma forma e levar para a geladeira. No dia seguinte, fatiar e guardar bem fechadinho (validade de 1 semana na geladeira). 

fruta-com-casca
fruta-com-casca

2) Frutas. Leves e ricas em nutrientes. Maçã, pera e banana são uma excelente escolha por serem fáceis de transportar e auxiliarem no processo de detoxificação do fígado.

juçai com granola_OrgBistro_CredTomasRangel
juçai com granola_OrgBistro_CredTomasRangel

3)  Juçaí com granola. Boa fonte de energia e rico em gorduras boas, antioxidantes, ferro, zinco e potássio. Receita:  1 banana, ½ abacate e 1 xícara de juçaí ou açaí. Modo de preparo: bater tudo no liquificador e servir com lascas de banana e granola.

quest bar
quest bar

4) Barrinha de proteína. Além de práticas, são de rápida digestão, o que cansa menos o corpo e dá mais energia. Existem ainda versões sem açúcar.

bananada fumel
bananada fumel

5) Bananada sem açúcar: com baixa calorias e quantidades dosadas de carboidrato, essa é uma opção prática, saborosa e saudável para dar energia durante a maratona carnavalesca.

Continua após a publicidade
bio 2 organic
bio 2 organic

6) Barrinhas de cereais. Também são boas opções por conta da praticidade. Além disso, geram energia, pois possuem carboidratos e fibras que proporcionam saciedade.

lascas de coco

lascas de coco

7)  Lascas de coco natural. Não são tão perecíveis e representam fonte de gordura boa – que vai gerar energia – e possui digestão mais lenta, dando saciedade e impedindo o pico do álcool na corrente sanguínea.

cha feel good verde
cha feel good verde

8) Chás gelados. Branco, verde e hibisco são bem-vindos por terem leve ação diurética e serem estimulante do metabolismo e energéticos.

sanduiche-natural
sanduiche-natural

9) Sanduíche natural. Leve e rico em fibras e proteína com baixa gordura esse sanduiche não compromete a dieta e nutre o corpo. Atente-se ao recheio: nada de maionese! Prefira sugestões como pasta de ricota, cottage com azeite, cream cheese com orégano, frango desfiado, mais sequinho e menos gorduroso.

saquinhos-com-frutinhas-desidratas

saquinhos-com-frutinhas-desidratas

10) Frutas desidratadas. Práticas, prontas e fonte de energia concentrada de carboidrato e fibra.

chips-de-quinoa-com-mandioquinha
chips-de-quinoa-com-mandioquinha

11) Lascas de batata doce temperada com ervas e quinoa com mandioquinha.  À venda em lojas de produtos naturais, têm a vantagem de não serem perecíveis. São fonte de energia e têm as ervas como substitutas do sal, tão inimigo neste momento.

Pacoquinha
Pacoquinha

12) Paçoca sem açúcar. Fonte de energia e gordura saudável que protege o estômago do álcool

Fontes (nutricionistas): Andrezza Botelho, Bruna Lyrio( da Clínica Francisco Tostes), Tati Lund (do .Org). e Rachel Faria

 

Continua após a publicidade
Publicidade