Clique e assine por apenas 4,90/mês

Restaurantes fechados para a Rio 2016 começam a voltar a rotina

Soho, Corrientes 348 e Quitéria estão entre as casas que já retomaram as atividades

Por Isabelle Lindote - Atualizado em 5 dez 2016, 11h02 - Publicado em 1 out 2016, 01h00

Centros de hospitalidade e outras instalações preparadas para a Rio 2016 vão deixar saudade, mas aos poucos os endereços que ocuparam voltam a abrir para o público. É o caso da renovada Marina da Glória, onde os restaurantes Soho e Corrientes 348 retomaram as atividades no dia 23. O Complexo Lagoon, com casas como Mauá e Pax Delícia, além da varanda de vista estonteante, tem reabertura total prevista para a segunda metade de outubro.

No caso do Soho, o retorno é comemorado com a inclusão de pratos clássicos da matriz, em Salvador, com destaque para o Sereia Maki (R$ 64,00, oito unidades) feito com salmão e camarão, cream cheese, ovas massagô, couve frita, molho picante e cebolinha.

Quem já retomou as atividades foi o restaurante Quitéria, no hotel Ipanema Inn, depois de um mês fechado para receber parte da delegação da Grã Bretanha. Para marcar a reabertura, o chef argentino Christian Garcia preparou um menu de almoço com três cursos (R$ 58,00), que está sendo servido de segunda a sexta, de 12h às 16h, por tempo limitado. Já o Entretapas do Jardim Botânico, do chef Jan Santos, permanece fechado para eventos pós-olímpicos e sem previsão oficial de reabertura.

Publicidade