Clique e assine por apenas 4,90/mês

Novas doses de vacina contra sarampo serão aplicadas

Estratégia busca proteger pessoas entre 15 e 49 anos. Até agora, apenas 71,59% da população-alvo carioca está imunizada

Por Carolina Barbosa - Atualizado em 17 set 2020, 11h42 - Publicado em 17 set 2020, 10h45

A Secretaria Municipal de Saúde disponibilizou doses extras da vacina contra o sarampo a pessoas entre 15 e 49 anos. A ação faz parte da estratégia da prefeitura para o controle e enfrentamento do surto da doença, que vem sendo registrado desde 2019. A aplicação das doses extras começou nesta segunda (14) e a vacina está disponível em todas as 235 unidades de Atenção Primária do município (clínicas da família e centros municipais de saúde), das 8h às 17h.

+Fumaça de queimadas no Pantanal chega ao Rio nesta sexta (18)

Segundo a indicação do Ministério da Saúde, quem possui esquema completo da rotina de imunização contra o sarampo e já recebeu a vacina extra (intitulada Dose D), já está devidamente imunizado e não precisa receber uma nova dose. Já aqueles que se enquadram em tal faixa etária e que têm o cronograma completo, mas não a dose extra, devem fazê-la.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

No ano passado, foram registrados 131 casos de Sarampo na cidade. Neste ano, já são 606. A ampliação da faixa etária coberta pela vacina faz parte da estratégia de reforçar a chamada à população para ampliar a barreira de proteção, sobretudo no momento em que casos da doença voltam a assolar o mundo em meio à pandemia. Ao longo de 2020, a Secretaria Municipal de Saúde aplicou 1 068 869 doses da tríplice viral (que protege contra sarampo, caxumba e rubéola). Ainda assim, a cidade não atingiu a meta de 90% de cobertura, estando com apenas 71,59% da população imunizada até agora.

+Anvisa vai fazer testes da vacina contra Covid-19 em voluntários com mais de 69 anos

Continua após a publicidade
Publicidade