Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Reajuste da tarifa do metrô no Rio é adiado para sexta (7)

Inicialmente, o valor subiria de R$ 5,00 para R$ 6,30. Governo do estado e concessionária negociam por reajuste menor em função da pandemia

Por Redação 3 Maio 2021, 12h32

Previsto inicialmente para domingo (2), o início da cobrança da nova tarifa do metrô foi adiado para sexta (7). A extensão do prazo foi necessária para que o governo estadual e a concessionária possam chegar a um acordo de um novo termo aditivo ao contrato que permitirá um reajuste menor na nova tarifa do sistema metroviário. No início de abril, o aumento da tarifa já havia sido adiado por um mês.

+Covid-19: Rio vacina pessoas com 52 anos ou mais de grupos prioritários

Segundo o reajuste previsto anualmente no contrato e homologado pela Agetransp, a passagem passaria dos atuais R$ 5,00 para R$ 6,30. As negociações consideram o atual cenário socioeconômico, gravemente impactado pela pandemia, e têm como objetivo diminuir o impacto para o passageiro, além de garantir o equilíbrio econômico-financeiro do contrato de concessão.

+Patrimônio carioca, Sambódromo é definitivamente tombado

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade