Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Pedalinhos e brinquedos na Lagoa Rodrigo de Freitas são interditados

Empresas atuavam no entorno do cartão-postal carioca com alvarás vencidos desde 2016

Por Redação 30 ago 2021, 12h43

Umas das principais atrações de lazer na Lagoa Rodrigo de Freitas, os pedalinhos passaram por vistoria da prefeitura no último domingo (29). Duas empresas que funcionavam sem autorização em dia foram interditadas pelos agentes.

+ Trecho da Orla Conde, na Zona Portuária, seguirá fechado por três meses

De acordo com a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), os alvarás dos serviços haviam vencido em 2016. Um operava na altura do Corte de Cantagalo e o outro no Parque dos Patins. Juntos, somavam mais de 30 pedalinhos.

Além disso, os espaços também eram utilizados como depósito das embarcações e dos materiais náuticos, segundo a Seop. Os responsáveis pelos locais foram notificados com o prazo de 24 horas para retirar todos os equipamentos.

+ Rua do Lavradio pode se tornar patrimônio imaterial do Rio

Outra empresa que alugava pula-pulas e brinquedos infláveis no entorno também atuava sem autorização e foi interditada.

Segundo a prefeitura, as ações foram realizadas para garantir a segurança das atividades. “Além da questão da utilização indevida do espaço público, o mais preocupante é o perigo que essas atividades poderiam trazer”, afirma o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Publicidade