Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Como será o Parque Sustentável da Gávea, aprovado pela Câmara do Rio

O espaço de 25 000 metros quadrados na Rua Marquês de São Vicente abriga uma fábrica desativada há mais de 40 anos. Veja fotos do projeto

Por Luiza Maia 16 jun 2021, 16h33

Com a proposta de uma nova área verde voltada ao lazer na cidade, a Câmara de Vereadores do Rio aprovou, nesta terça (15), a criação do Parque Sustentável da Gávea.

O espaço, localizado em um terreno de 25 000 metros quadrados próximo ao Shopping da Gávea, na Rua Marquês de São Vicente, será aberto ao público e, de acordo com o projeto, vai abrigar um prédio híbrido, com lojas e residências e uma alameda que leva ao parque sustentável.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

A previsão é de que ele fique pronto em até dois anos. A área superior do espaço será destinada somente à preservação, com acesso restrito.

Visão superior do parque sustentável da Gávea
Parque da Gávea: imagem mostra visão superior do projeto ./Divulgação
Continua após a publicidade

Todos os custos serão arcados pelos donos do terreno, que no passado abrigou uma fábrica. O empreendimento, no entanto, foi desativada há mais de 40 anos. Segundo o presidente da Câmara, o vereador Carlo Caiado (DEM), o modelo poderá ser replicado em outras regiões da cidade. “É uma conquista enorme para o Rio, que ganha mais um parque público, gratuito, e sem que o município gaste um tostão na obra”, disse.

+ Paes suspende vacinação no Espaço Hall, antigo Barra Music, após aglomerações

Área comercial do parque sustentável da Gávea
Parque da Gávea: projeto conta com espaço comercial ./Divulgação

+ Bares e restaurantes vão poder ocupar vagas de estacionamento com mesas

O projeto tem a simpatia da associação de moradores local e a Secretaria de Urbanismo para ser viabilizado. “O diálogo e o debate democrático foram fundamentais para construirmos um modelo final de projeto que abarcou as demandas de todos os envolvidos. Vamos trabalhar para que o parque seja aberto a todos e possa ser um patrimônio de todos os cariocas”, afirmou o vereador Pedro Duarte (Novo).

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 12,90/mês