Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Nem Enzo, nem Valentina. Nomes clássicos voltam ao topo de registros no Rio

Levantamento de maternidade mostra mudança considerável na preferência dos cariocas no último ano

Por Marcela Capobianco Atualizado em 26 jul 2021, 12h04 - Publicado em 26 jul 2021, 12h03

Parece que a moda de batizar os filhos de Enzo e Valentina realmente ficou na década passada. No primeiro semestre de 2021, esses nomes sequer aparecem no pódio dos registros cariocas.

+ Covid-19: primeira dose da vacina segue suspensa no Rio

Entre as meninas, o primeiro lugar é do nome Laura que, no mesmo período do ano passado, foi o terceiro mais registrado. Atrás dela vêm Helena e Alice.

+ Olimpíadas: finais do surfe são adiantadas por causa de alerta de tufão

Já entre os nomes masculinos o que mais fez sucesso nos primeiros seis meses do ano foi Arthur. Em 2020, ele ocupou a quinta posição. Bernardo e Gabriel aparecem em segundo e terceiro lugar do ranking, respectivamente.

+ Olimpíadas: carioca de 20 anos é a única atleta do Brasil no pentatlo moderno

O levantamento é da maternidade Perinatal/Rede D’Or, com unidades em Laranjeiras e na Barra.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Ainda de acordo com a pesquisa, entre 2020 e 2021 os nomes Theo, Maitê, Liz e Gael  cresceram consideravelmente no gosto dos cariocas.

Continua após a publicidade
Publicidade