Continua após publicidade

MP investiga regalias de Cabral na cadeia

Ex-governador será punido caso fique comprovado que pagou funcionários públicos pelas mordomias

Por Redação VEJA RIO Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
27 nov 2017, 14h18

As regalias desfrutadas na cadeia pelo ex-governador Sérgio Cabral estão sendo investigadas pelo Ministério Público do Rio de Janeiro. Até sexta (1), o órgão avaliará mais de dez mil horas de imagens de 16 câmeras que flagraram privilégios de Cabral quando estava na cadeia pública Petrolino Werling de Oliveira (Bangu 8), no Complexo de Gericinó.

Na semana passada, foram apreendidas iguarias como camarões e bolinhos de bacalhau que seriam entregues por restaurantes da Zona Sul carioca na nova prisão de Cabral, a Cadeia Pública José Frederico Marquês, em Benfica. A investigação de tais entregas será finalizada hoje e servidores públicos podem perder o cargo caso o envolvimento seja comprovado.

Os processos serão encaminhados ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal e responsável pela Lava Jato no Rio, e também ao juiz Guilherme Schilling Pollo Duarte, da Vara de Execuções Penais.

De acordo com o MP, há também a apuração da instalação de uma cinemateca, avaliada em R$ 23 mil, no presídio de Benfica. No entanto, de acordo com a Promotora, Cabral só pode ser punido por privilégios se ficar comprovado que pagou funcionários públicos pelas benesses.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.