Clique e assine por apenas 4,90/mês

Lírio Parisotto será julgado por agressão a Luiza Brunet

Os dois irão se encontrar na terça (29), no Fórum Criminal da Barra Funda, em São Paulo

Por Redação Veja Rio - Atualizado em 5 dez 2016, 10h54 - Publicado em 28 nov 2016, 19h35

O bilionário Lírio Parisotto, ex-companheiro de Luiza Brunet, será julgado na terça (29), da acusação de ter agredido a atriz. A audiência será às 13h30, no Fórum Criminal da Barra Funda, na capital paulista. A história se tornou pública depois que Luiza relatou ao Ministério Público que o empresário havia desferido um soco no olho e chutes, que causaram a fratura de quatro costelas, durante uma viagem a Nova York, em maio. Em depoimento em julho, o empresário afirmou que as agressões começaram com Luiza e que ele apenas se defendeu.

+ A segunda chance do site de turismo Hotel Urbano

Na audiência o magistrado ouvirá os relatos dos dois, além de testemunhas de defesa e acusação para decidir sobre o veredito. O crime de lesão corporal de natureza leve no contexto da violência doméstica acarreta pena de três meses a três anos de detenção; já em caso de lesão de natureza grave, as penas variam de um a cinco anos de prisão.

Publicidade