Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

A maior goleada da história do futebol brasileiro: arrisca um palpite?

Detalhes do episódio estão na mostra que acontece na estação Carioca do Metrô Rio, em homenagem à Mangueira, que já teve seu próprio clube de futebol

Por Paula Autran Atualizado em 18 nov 2021, 19h32 - Publicado em 19 nov 2021, 08h00

Quando o assunto é Carnaval, ela é supercampeã. Dona de vinte campeonatos e enredos memoráveis, a Mangueira conquistou fama como um celeiro de craques do samba, como Cartola e Carlos Cachaça. Mas se partimos para o campo do futebol, aí o papo é outro.

+ Bienal fantástica: edição pós-pandemia da feira de livros aposta na ficção

+ A obra de Adriana Varejão que pode ser vista em um restaurante da Barra

Pertence ao Sport Club Mangueira, criado em 1906 e extinto em 1927 (um ano antes da fundação da Estação Primeira), um título que ninguém quer: o da maior goleada da história do futebol brasileiro. Em 1909, sofreu 24 gols do Botafogo e não fez nenhum.

O time, incorporado mais tarde pelo Flamengo, participou de 118 jogos oficiais, acumulando 96 derrotas, empatando oito vezes e saindo vencedor em apenas catorze.

Continua após a publicidade

+ Fazendeiro paulista paga 17 milhões por imóvel que visitou virtualmente

+ Teatro Casa Grande leva grandes nomes das artes para a calçada

O episódio ganhou destaque na exposição de inauguração da Estação Farol Santander Carioca, no Metrô Rio, em homenagem ao bairro onde também nasceu a escola de samba.

Em cartaz até 11 de dezembro, a mostra conta com uma cabine de áudio e vídeo que recria a sensação de estar no estádio em meio à torcida no dia da fatídica goleada.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Publicidade