Clique e assine por apenas 4,90/mês

Estado está impedido de pegar empréstimo para o metrô

Com débitos com o Tesouro Nacional, governo é impedido pela lei de responsabilidade fiscal de receber parcelas do BNDES

Por Redação Veja Rio - Atualizado em 5 dez 2016, 11h17 - Publicado em 3 jun 2016, 17h49

A falta do pagamento de parte da dívida externa está impedindo que o governo do estado receba do BNDES um empréstimo de R$ 989 milhões para o pagamento das obras da linha 4 do metrô. Apesar da autorização do governo federal, a lei de responsabilidade fiscal, que prevê que estados inadimplentes não podem obter garantis para novas operações de crédito. Segundo o texto, somente após o pagamento a situação será regularizada.

+ A construção da Linha 4 do metrô chega à reta final

Na última semana o governo não pagou uma parcela de R$ 8 milhões de um contrato com a agência francesa de fomento, que acabou sendo pago pelo Tesouro Nacional. Há ainda débitos em atrado com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Atualmente, a relação entre o montante da dívida e a receita corrente líquida havia superado 200%. 

Publicidade