Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Alívio para a cultura: editais da Funarj vão distribuir R$ 500 000,00

Já a Lei Municipal de Incentivo à Cultura foi atualizada e parte dos patrocínios será direcionado a produções das zonas Norte e Oeste da cidade

Por Marcela Capobianco 3 Maio 2021, 13h26

Padecendo há mais de um ano, por causa da pandemia e da grande maioria dos teatros e casas de show ainda fechadas, a classe artística encontra em incentivos governamentais a única forma de seguir atuante.

+ Prefeitura antecipa vacinação contra a Covid-19 no Rio

Nesta terça (4), a Fundação Anita Mantuano de Artes do Estado do Rio de Janeiro (Funarj) abre inscrições para três editais de estímulo que vão beneficiar as artes cênicas e o audiovisual com recursos superiores a R$ 500 000,00.

O prêmio Roquette-Pinto de Esquetes 2021 selecionará vinte esquetes de radioteatro com duração de 3 a 5 minutos. Cada trabalho selecionado receberá R$ 2.000,00 e será veiculado na Rádio Roquette-Pinto no segundo semestre de 2021.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Já o prêmio Funarj de clipes musicais dará um apoio financeiro de R$ 25 000,00 para cada um de doze projetos de videoclipes selecionados. Os projetos premiados serão exibidos em um festival de clipes musicais, a ser organizado no Teatro João Caetano, no Centro da cidade.

Continua após a publicidade

Por último, a segunda edição do edital Ondas da Cultura vai distribuir R$ 200.000,00 a trabalhos artísticos inéditos, a serem captados em formato de vídeo por profissionais dos segmentos de teatro, música e dança. As produções contempladas serão exibidos no canal da Funarj no YouTube.

+ Comuna reabre na Lapa com drinques e os famosos hambúrgueres

As inscrições podem ser feitas no site da Funarj.

Na esfera municipal, a Lei Municipal de Incentivo à Cultura foi atualizada e parte dos patrocínios bancados por empresas será direcionado a produções sediadas nas zonas Norte e Oeste da cidade (exceto Barra da Tijuca).

De acordo com a prefeitura, as novas regras vão facilitar a prestação de contas. Trabalhos de menor porte, que captarem até R$ 300 000,00, serão dispensados da apresentação do relatório de execução financeira, desde que comprovada a sua realização integral. Os projetos aprovados poderão ser executados a partir de 2022.

+ Com talento e ambição, Maxwell Alexandre conquista espaço no panteão das artes

Iniciativas de artes visuais, artesanato, audiovisual, bibliotecas, centros culturais, cinema, circo, dança, design, folclore, fotografia, literatura, moda, museus, música, multiplataforma, teatro, transmídia, preservação e restauração do patrimônio natural, material e imaterial podem se inscrever na Lei do ISS.

Continua após a publicidade
Publicidade