Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Dois milhões de pessoas não tomaram nenhuma vacina contra Covid-19 no Rio

Somando os 1,5 milhão que não tomaram a 2ª dose, são 3,5 milhões de fluminenses com o esquema vacinal incompleto. Sem a 4ª dose são 6 milhões

Por Da Redação 23 jun 2022, 13h07

Cerca de 3,5 milhões dos 17,5 milhões de moradores do estado do Rio de Janeiro estão com o esquema vacinal contra a Covid-19 incompleto. Do total, dois milhões de fluminenses ainda não tomaram nem uma dose sequer, e 1,5 milhão de pessoas que receberam a primeira dose nunca mais voltaram aos postos. É o que informa a Secretaria Estadual de Saúde (SES-RJ).

+ “Inverno é mais propício para aumento de casos de Covid”, diz secretário

Pessoas com 40 anos ou mais já podem tomar a quarta dose em todo o estado. Mas, segundo a SES-RJ, 6 milhões de fluminenses ainda não procuraram as unidades de saúde para garantir mais esta imunização. Um levantamento feito pela SES, entre os dias 9 e 10 de junho, mostra que 59% das pessoas internados com Covid-19 não estavam com as vacinas em dia.

“A circulação agora dessa variante ômicron, nessa nova onda de transmissão, reforça a importância do esquema vacinal completo”, disse o secretário Alexandre Chieppe, reforçando a importância da imunização.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

A boa notícia é que na cidade do Rio, desde 10 de junho, a média móvel de casos tem apresentado queda, o que pode indicar uma desaceleração da contaminação. No dia 10 eram 3.053 casos registrados, enquanto no dia 21, 1.524 casos. O infectologista Alberto Chebabo explicou que a contaminação pela variante ômicron tende a desacelerar no Rio. Mas é importante manter o esquema vacinal completo. “A tendência é que a gente passe a ter agora, nas próximas semanas, uma estabilização de casos e, a partir talvez da próxima semana ou daqui duas semanas, já o início de uma queda do número de casos”, disse o infectologista.

Na cidade do Rio, até a noite de quarta (22), estavam internadas 156 pessoas na rede SUS, 80% dos quais sem as vacinas em dia. Outras 29 pessoas aguardavam por um leito.

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 12,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)