Clique e assine por apenas 4,90/mês

Dia do Rock: relembre dez shows emblemáticos no Rio

De Queen no Rock in Rio a Foo Fighters no Maracanã, espetáculos memoráveis agradam tanto a fãs quanto a rockstars

Por Marcela Capobianco - Atualizado em 14 jul 2020, 22h12 - Publicado em 13 jul 2020, 10h44

Nesta segunda (13), é comemorado o Dia Mundial do Rock. O Rio de Janeiro, por ser o palco do Rock in Rio, tem tradição em receber shows históricos do estilo musical. Além disso, os fãs brasileiros do rock e do metal costumam ser muito engajados, o que faz com que as bandas de todos os cantos do mundo amem se apresentar por aqui. VEJA Rio preparou uma lista dos shows mais marcantes que o Rio já recebeu.

+ Ator faz sucesso com mininovela no Instagram

Queen no Rock in Rio – 1985.

Queen: grupo britânico liderado por Freddie Mercury fez apresentação histórica no primeiro Rock in Rio Reprodução/Internet

No verão de 1985, uma chuva torrencial caía sobre o público na primeira edição do Rock in Rio, transformando a área num grande lamaçal. O perrengue, é claro, não desanimou os fãs do rock, que testemunharam dois shows icônicos do Queen. A banda, com o vocalista Freddie Mercury, se apresentou nos dias 11 e 18 de janeiro. O primeiro dia estabeleceu um recorde de público: 300 mil pessoas. No repertório, sucessos como: Love of my Life, We Will Rock You, We Are the Champions, I Want to Break Free e Bohemian Rhapsody.

Metallica no estádio do Flamengo – 1999.

Continua após a publicidade
Heavy Metal
Metallica: figurinha fácil no Rock in Rio, James Hetfield e companhia fizeram show ‘roots’ no estádio do Flamengo na Gávea, em 1999 Felipe Fittipaldi/Veja Rio

Era um dia das mães quando a banda liderada por James Hetfield subiu ao palco montado no estádio do Flamengo. No repertório, clássicos como Master Of Puppets fizeram a galera pular muito. Os fãs foram à loucura. A banda brasileira Sepultura fez a abertura do show. Depois disso, o Metallica participou das edições de 2011, 2013 e 2015 do Rock in Rio.

+ Festival de paródias vai premiar vencedor com 2 000 reais

Guns N’ Roses no Rock in Rio – 2001

Guns N’ Roses: show histórico no Rock in Rio de 2001 Reprodução/Internet

Após dez anos, o Rock in Rio voltou a acontecer e trouxe um line-up de primeiríssima qualidade. O show do Guns N’ Roses, apesar de não ter contado com o guitarrista Slash e o baixista Duff McKagan, é tido até hoje como uma das melhores perfomances de Axl Rose. Hinos como Sweet Child o Mine, Welcome To The Jungle e Knocking on Heavens Door não puderam faltar. O lead man se sentiu em casa com a acolhida do público, que ia ao delírio a cada música tocada. O Guns também se apresentou na edição do Maracanã do Rock in Rio, em 1991,  na Praça da Apoteose, em 2010, no Rock in Rio de 2011 (o famoso show que atrasou horas e terminou quase às 5h), na extinta HSBC Arena – hoje Jeunesse Arena -, em 2014, e no Engenhão em 2016.

Rolling Stones na Praia de Copacabana – 2006.

Continua após a publicidade
O maior show dos Stones
O maior show dos Stones: mais de 1,5 milhão de pessoas nas areias de Copacabana Redação/Veja Rio

Em fevereiro de 2006, a banda britânica Rolling Stones fez um show inesquecível para mais de 1,5 milhão de pessoas na Praia de Copacabana. O clima era de Réveillon: havia 16 torres de som entre Copacabana e o Leme, e em sete delas foram colocados telões. Muitos cruzeiros e embarcações ancoraram nas águas da Princesinha do Mar para assistir ao espetáculo de Mick Jagger, Keith Richards e companhia. Os maiores sucessos do grupo ecoaram por todo o bairro, que jamais se esqueceu do show apoteótico.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Roger Waters na Praça da Apoteose – 2007

Roger Waters: apresentação para 45 mil pessoas na Praça da Apoteose em 2007 Kate Izor/Divulgação

O ex-baixista e compositor do Pink Floyd é fã do Brasil e da música brasileira. Os 45 mil ingressos disponíveis para a noite foram vendidos. Com pontualidade britânica, Waters começou o show quando o público ainda chegava à Apoteose. Um coral de crianças da UFRJ foi convidado para subir ao palco e cantar a icônica Another Brick In The Wall. Um show para ninguém colocar defeito.

+ Como fazer camiseta tie-dye usando apenas ingredientes naturais

Continua após a publicidade

Red Hot Chili Peppers no Rock in Rio – 2011

Veteranos
Veteranos: em 2011 Red Hot Chili Peppers fez um dos shows mais elogiados pelos fãs brasileiros Redação/Veja Rio

O show dos californianos na terceira edição do Rock in Rio (e que marcou a volta definitiva do festival à cidade) é um dos mais elogiados pelos fãs brasileiros. Longas sessões de jam desaguavam em músicas conhecidíssimas da banda, como Can’t Stop, Californication e Under The Bridge. Anthony Kiedis, Flea e Chad Smith já tinham se apresentado no Rio em 1993, no Hollywood Rock, na Praça da Apoteose, e no Rock in Rio de 2001, quando enfrentou diversos problemas técnicos. O RHCP também voltou à Cidade Maravilhosa em 2013, 2017 e 2019.

Bruce Springsteen no Rock in Rio – 2013

bruce-springsteen-02.jpg
Bruce Springsteen: astro do rock mostrou fôlego e vigor na edição de 2013 do Rock in Rio Redação/Veja Rio

Não fosse pela grande apresentação que o músico americano, apelidado de “The Boss”, fez na Cidade do Rock, a edição de 2013 do Rock in Rio provavelmente seria lembrada como a mais fraca do evento de Roberto Medina. Durante quase três horas, Springsteen encantou o público, demonstrando vigor e entusiasmo. Até quem não conhecia muito as músicas do rockstar acabou se empolgando. A última vez de Sprinsteen no Brasil tinha sido em 1988. Carisma para cem mil pessoas.

Offspring no Palco Sunset do Rock in Rio – 2013

Continua após a publicidade
Offspring: show no Sunset deixou o público ‘apertado’ e pedindo para aumentar o volume do som Multishow/Reprodução

Quem estava lá sabe o perrengue que foi. Os organizadores do festival acharam por bem que a banda californiana ‘caberia’ no Palco Sunset, dedicado a shows menores e experimentações musicais. Com um show de arrasar e a participação de Marky Ramone, o Offspring mostrou que seguraria muito bem uma apresentação no palco principal do evento. O público cantou o tempo todo hits de punk pop dos anos 90 como All I want e Come out and play e pedia a toda para que o volume do som fosse aumentado.

The Who no Rock in Rio – 2017

The Who: após mais de 50 anos de carreira, banda britânica se apresentou no Rio Divulgação/Divulgação

Considerada uma das maiores bandas de rock de todos os tempos, o The Who veio ao Brasil pela primeira vez em 2017, para um show em São Paulo e uma apresentação no Rock in Rio. Para fãs e críticos, o show carioca foi impecável. Os fãs, sedentos por cada acorde, cantaram sucessos como Behind Blue Eyes, My Generation e Bargain a plenos pulmões. A espera valeu – e muito – a pena.

Foo Fighters – Maracanã

Foo Fighters: show no Maracanã para 30 mil pessoas Pedro H Tesch/Divulgação

Mais de 30 mil pessoas se aglomeraram no Maracanã em fevereiro de 2018 para assistir a uma apresentação histórica da banda Foo Fighters. Quem foi ao Maraca naquela tarde de verão não se decepcionou: hits da banda como Learn To Fly, My Hero, Everlong e Best Of You dividiram atenções com covers de Ramones e Queen. O showman Dave Grohl, sempre muito bem humorado, disse que nem precisava se despedir do Rio, porque eles sempre voltam à cidade. Não deu outra, no ano seguinte o grupo de Seattle, nos EUA, fez um show igualmente inspirado no Rock in Rio.

Continua após a publicidade

Veja a playlist que preparamos para comemorar o Dia do Rock! \m/

Ouça essas e outras músicas no Amazon Music. Teste grátis por 30 dias!

Publicidade