Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Depósitos clandestinos de materiais são encontrados nas praias do Rio

Três dias após desenterrar uma geladeira na Barra, fiscais da Seop encontraram de cadeiras de praia a máquina de cartão sob as areias do Aterro do Flamengo

Por Da Redação 27 Maio 2022, 13h24

Aconteceu de novo: fiscais da Secretaria municipal de Ordem Pública (Seop) e da subprefeitura da Zona Sul encontraram oito depósitos clandestinos de materiais diversos enterrados na areia do Posto 2 da Praia do Flamengo. Na ação, realizada na noite desta quarta (25), foram encontradas cadeiras de praia, dinheiro, uma máquina de cartão, redes de vôlei, bolas, além de garrafas de vidro, bebidas diversas e biscoitos. Todas as estruturas que armazenavam esses equipamentos foram retiradas pelos agentes da prefeitura.

+ Peças resgatadas dos escombros do Museu Nacional viram obra de arte

No último domingo (22), uma outra fiscalização da Seop também encontrou uma geladeira enterrada na praia da Barra da Tijuca, servindo como depósito irregular de gelo, bebidas e mercadorias. Em março, a Secretaria também flagrou, na praia do Flamengo, um freezer e uma caçamba da Comlurb enterrados com materiais esportivos. Uma outra geladeira foi encontrada escondida na areia da Praia da Barra da Tijuca, altura do Posto 5, no dia 22 de janeiro. E no réveillon passado, um freezer com mais de 300 bebidas foi encontrado enterrado na areia da Praia de Copacabana.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

“As ações à noite são importantes, pois é muito prejudicial para a população que as areias sirvam de depósito ilegal de mercadorias. Essa irregularidade continuará sendo combatida. Pedimos a conscientização daqueles que trabalham nas praias para que cumpram as regras. A fiscalização é fundamental para manter a orla segura e ordenada para cariocas e turistas”, disse o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale, lembrando que a Seop também realiza uma série de ações diurnas nas praias, principalmente aos finais de semana e feriados, para combater a venda de bebidas em garrafas de vidro, a atuação de flanelinhas ilegais, organizar as faixas de areia e coibir o uso de caixas de som.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 12,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)