Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Após anos de degradação, Universidade Gama Filho será desapropriada

Promessa de campanha do prefeito, ato foi anunciado junto com a parceria da Fecomércio, que pode retomar vocação do espaço como polo de conhecimento

Por Pedro Tinoco Atualizado em 15 abr 2021, 19h39 - Publicado em 16 abr 2021, 07h00

Imensidão guardada por dois vigilantes, à espera de saídas legais para um processo de falência e recuperação judicial que se arrasta desde 2014, o antigo campus da Universidade Gama Filho, na Piedade, vem sofrendo há anos com vandalismo e degradação — e, ao longo desse tempo, afundando junto com boa parte do entorno. O decreto de desapropriação do complexo de imóveis, publicado em 5 de abril no Diário Oficial do município, traz esperança de que algo vai efetivamente mudar.

Apartheid verde, já ouviu falar?

IED Rio está de mudança para o Centro – e a nova sede é outra belezura

Promessa de campanha do prefeito Paes, o ato foi anunciado junto com a parceria da Fecomércio-RJ, que poderá ajudar a retomar a vocação do espaço como polo de conhecimento. Ainda há muito por definir, mas a notícia da desapropriação trouxe um alento para cerca de 3 000 credores da instituição, ex-alunos e antigos profissionais que não tiveram seus direitos trabalhistas respeitados e aguardam pelo pagamento de uma dívida hoje em torno de 130 milhões de reais.

Gim? É coisa nossa! Bebida de fabricação carioca coleciona prêmios

+ Para receber VEJA RIO em casa clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade