Clique e assine com até 65% de desconto

Coronavírus: plano de saúde bate recorde de beneficiários internados

Número de casos dispara no Rio, e Fapes, operadora que tem Samaritano e São José entre credenciados, avisa aos usuários que rede está próxima da lotação

Por Cleo Guimarães 19 nov 2020, 14h11

Não é só nos hospitais municipais que a ocupação de leitos de UTIs para pacientes com Covid bate recorde – a taxa chegou a 97% nesta quarta (18). A Fapes (Fundação de Assistência e Previdência do BNDES), operadora do plano de saúde do banco (com cerca de 10 000 beneficiários), enviou mensagem aos seus usuários anunciando que registrou nos últimos dias o maior número de internados, simultaneamente, no Rio. “Alguns hospitais da rede credenciada já não possuem vagas para internação de Covid-19″, avisa.

Vídeo: Marcelo Crivella chama João Doria de ‘viado’ e ‘vagabundo’, assista

Casa de Saúde São José, Hospital São Lucas, Samaritano e parte da Rede D’Or atendem à Fapes.  Na mensagem, é feito um alerta de que “há uma falsa impressão de que o número de casos tenha diminuído”, e um pedido para que os usuários do plano não relaxem na prevenção à contaminação, já que a lotação nos hospitais pode deixá-los sem opção de atendimento na rede credenciada.

Cenas de sexo entre Dira Paes e Manoela Aliperti repercutem na web

O Rio foi a cidade do país com maior aumento de mortes por Covid-19 nas duas semanas que antecederam a terça (17): foram 505 vítimas neste período. A capital já registrou 128.834 casos de contaminação desde o início da pandemia, e 12.793 óbitos, de acordo com boletim divulgado nesta quarta (18) pela Secretaria Estadual de Saúde.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade