Clique e assine por apenas 4,90/mês

Coronavírus: hospitais de campanha do governo terão 1 800 leitos

Previsão é que unidades estejam prontas dentro um mês para se somar às 419 vagas abertas nas últimas semanas

Por Carolina Barbosa - Atualizado em 1 abr 2020, 12h05 - Publicado em 1 abr 2020, 12h04

A Secretaria de Estado de Saúde  anunciou, na terça (31), que terá mais 1 800 leitos em hospitais de campanha para enfrentar a Covid-19 em território fluminense, sendo 520 de CTIs. Eles serão montados em estruturas na capital, na Região Metropolitana e no interior do estado. O montante vem para se somar aos 419 já existentes no Hospital Regional Zilda Arns, em Volta Redonda; no Hospital Universitário Pedro Ernesto, em Vila Isabel; no Hospital Estadual Anchieta, no Caju; e no Instituto Estadual do Cérebro (IEC), no Centro. No total, está prevista a abertura de 2 279 vagas.

+ Para receber a VEJA Rio em casa, é só clicar aqui.

Leitos de campanha: previsão de mais de 2 200 Mauricio Bazilio/SES/Divulgação

A previsão é que todos os leitos de campanha fiquem prontos até 30 de abril. Veja abaixo como será a distribuição pelo estado:

+Covid-19: Fiocruz inicia construção de hospital de campanha em Manguinhos

Continua após a publicidade

-400 no Complexo do Maracanã (80 deles de CTI)

-200 ao lado do Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo (40 de CTI)

-200 no Hospital Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias (40 de CTI)

-200 no Parque dos Atletas, em Jacarepaguá (40 de CTI)

Continua após a publicidade

200 no terreno do 23º BPM, no Leblon (40 de CTI)

-200 no aeroclube de Nova Iguaçu (40 de CTI)

-100 em Campos dos Goytacazes, no Centro, próximo ao shopping (20 de CTI)

-100 no Hospital Regional Gélio Alves Faria, em Casimiro de Abreu (20 de CTI).

Continua após a publicidade

Além desses, há 200 na Fiocruz (todos de CTI), para atender à população do estado.

Publicidade