Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Coronavírus: o que já se sabe sobre a volta dos grandes eventos no Rio

Prefeitura terá 45 dias para autorizar a realização de festas e shows; exames negativos feitos até 12 horas antes devem ser aceitos na entrada

Por Da Redação 18 Maio 2021, 12h51

A repercussão negativa da festa para 500 pessoas no Copacabana Palace, na madrugada deste sábado (15), fez a prefeitura puxar o freio de mão na realização de eventos-teste que começariam a botar em prática a ideia de voltar com as comemorações, shows, partidas de futebol e até o Carnaval e o Réveillon.

Vacinados já podem visitar pacientes com Covid-19 em hospitais no Rio

Na sexta (14), Paes anunciou que havia um decreto “praticamente pronto” com novas medidas para o início deste processo de reabertura. Um dos principais pontos seria a autorização de entrada mediante a apresentação do resultado negativo para Covid, feito na porta do evento em questão. “Isso já acontece em vários países do mundo”, disse o prefeito. Nesta segunda (17), o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, mudou o tom.

Covid-19: Rio regulariza aplicação da segunda dose da Coronavac

“Outros países começaram a fazer eventos testes mesmo antes da vacinação, mas aqui no Rio queremos esperar um pouco”, disse. Ele explicou que o decreto deve ser publicado nos próximos dias, mas a liberação das atividades dependerá de dados favoráveis, como a queda no número de novos casos e de internações. “Tem que ser uma combinação de fatores. O Rio é uma das capitais mais avançadas na vacinação, com 26% da  população vacinada, e é por isso que esses eventos não são para agora. É mais para a frente”.

Festa numa hora dessas?, perguntam Samantha Schmütz e Ingrid Guimarães

O futuro decreto trará detalhes sobre o protocolo para a realização dos eventos, e a prefeitura terá 45 dias para aceitar ou não a sua realização. Para participar destes grandes eventos, testes negativos feitos até 12 horas antes também devem ser aceitos, e pessoas com 60 anos ou mais terão de comprovar que tomaram a segunda dose da vacina há pelo menos 14 dias.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado, com Blogs e Colunistas que são a cara da cidade.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

App Veja para celular e tablet, atualizado mensalmente com todas as edições da Veja Rio

a partir de R$ 12,90/mês