Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Ficus lyrata: por que a planta se tornou a nova queridinha da decoração

Especialista compartilha dicas para o cultivo da planta, que se tornou objeto de desejo dos paisagistas cariocas

Por Renata Magalhães Atualizado em 21 Maio 2021, 19h48 - Publicado em 21 Maio 2021, 06h00

Nativa de florestas tropicais africanas, a Ficus lyrata, também conhecida como figueira-lira, impressiona pelas folhas brilhantes, largas e com nervuras marcantes, que remetem ao instrumento musical. Podendo chegar a 30 metros de altura na natureza, ela teve seu tamanho adaptado em viveiros e se tornou objeto de desejo dos paisagistas cariocas, que listam cuidados necessários para mantê-la em ambientes internos.

+Como usar os balanços na decoração para criar ambientes confortáveis 

+Estante de cremalheiras oferece ar despojado e praticidade no home office

“É preciso escolher um local com luz solar direta e adubar mais em meses mais quentes”, explica Martina Bollentini, da FF Design e Sustentabilidade. A especialista recomenda que a espécie seja plantada sozinha, em um vaso alto, criando uma composição com outros menores ou de diferentes formatos. Vale um alerta sobre a seiva da figueira-lira, que é tóxica. Portanto, o melhor é mantê-la firme e bela a distância de animais e crianças.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade