Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Por que Jairinho ligou para o governador após a morte de Henry?

Conselho de Ética manda Cláudio Castro explicar telefonema que recebeu do acusado do crime horas após a morte do menino

Por Da Redação 26 Maio 2021, 16h52

O governador Cláudio Castro terá de responder oficialmente sobre o telefonema que recebeu do vereador Doutor Jairinho, horas depois da morte de Henry Borel, no dia 8 de março. O Conselho de Ética da Câmara decidiu, por unanimidade, notificá-lo para que responda por escrito sobre a ligação recebida naquele dia.

Ressaca acorda ‘monstro’ no Rio e surfista pega onda mais perigosa do país

O Conselho decidiu também convocar o conselheiro do Instituto D’Or, Pablo dos Santos Menezes. De acordo com o inquérito policial, Jairinho teria pedido que o corpo do menino fosse liberado do hospital Barra D’Or sem que passasse pela autópsia no Instituto Médico Legal (IML). Pablo será ouvido no próximo dia 2 de junho.

Coronavírus: mesmo vacinado, Nelson Sargento, 96 anos, está infectado

O relator do processo, o vereador Luiz Ramos Filho, contou que o Conselho já recebeu a defesa de Jairinho e que, após a fase de instrução, os parlamentares terão cinco dias para úteis para apresentar o relatório. “Vamos seguir rigorosamente o rito, analisar toda a documentação e provas e, obviamente, estamos respeitando o contraditório e dando todo o direito à ampla defesa”, disse Luiz.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade