Clique e assine por apenas 3,90/mês

Vídeo da água transparente na Praia de Botafogo: efeito da quarentena?

Especialista explica o fenômeno que bombou na web: mar estava cristalino por causa de 'Maré de Sizígia' e do fechamento de comportas de esgoto

Por Cleo Guimarães - 19 Maio 2020, 13h06

“Acredite quem quiser: essa é a água da Enseada de Botafogo, em frente ao shopping. A agua está limpa, transparente, parece o mar da Ilha Grande…. A natureza realmente precisa respirar.” Assim a narradora do vídeo que viralizou na internet descreve o mar cristalino à sua frente, em imagens que foram vistas por mais de 100 mil pessoas em 24 horas. Embora o vídeo, postado no domingo (17), seja verdadeiro, as águas claras de um lugar que raramente tem condições próprias para banho não tem a ver com a quarentena, garante especialista ouvido por VEJA RIO.

Rio: parques naturais e Pão de Açúcar seguem fechados por mais 30 dias

 

Esse visual paradisíaco é muito bem-vindo mas não tem nenhuma relação com o isolamento“, diz o biólogo Mario Moscatelli. Ele conta que as águas estão claras por causa da Maré de Sizígia e da redução do despejo de esgoto de dois rios que afetam diretamente essa área da Praia de Botafogo, uma das 42 praias da Baía de Guanabara. A Maré de Sizígia é uma variação muito grande da maré por causa da lua cheia – ela traz uma enorme quantidade de água limpa do oceano, e “retira” a água poluída da enseada, como num processo de autolimpeza. “Fora isso, as comportas dos rios Banana Podre e Berquó, instaladas na praia, com certeza estão fechadas, por isso não há o despejo de esgoto habitual”, afirma Moscatelli.

Continua após a publicidade

Covid-19: Rio confirma mais 4,4 mil casos da doença

Esta não é a primeira vez que a Praia de Botafogo apresenta águas cristalinas, o que reforça a teoria de Moscatelli: trata-se de um fenômeno sazonal, sem relação com o atual período de quarentena. O fato de estar visualmente limpo não quer dizer que o mar naquele trecho esteja próprio para banho, mas isso só será possível saber na semana que vem. O último teste de balneabilidade por lá foi realizado há um mês pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), o próximo será feito nesta quarta-feira (20), o resultado sairá na próxima segunda-feira.

Coronavírus: churrascaria no Recreio ignora decreto e funciona normalmente

Para assinar Veja Rio clique aqui

 

Continua após a publicidade
Publicidade