Clique e assine por apenas 4,90/mês

Fiéis terão que agendar ida à missa e confissões em algumas igrejas

Dom Orani comanda celebração no sábado (4) na Catedral Metropolitana

Por Carolina Barbosa - 30 jun 2020, 11h45

Após mais de três meses de confinamento, as igrejas vão retomar o atendimento aos fiéis que queiram assistir às missas ou se confessar. A retomada inclui cuidados como oferta de álcool em gel e redução da capacidade dos espaços. No sábado (4), o cardeal-arcebispo do Rio, Dom Orani Tempesta, vai celebrar uma missa, às 9h, na Catedral Metropolitana, a fim de marcar a retomada das celebrações diante do público.

+Escolas públicas e particulares continuam sem data para voltar às aulas

Na ocasião, os frequentadores terão de usar máscara, higienizar as mãos antes de entrar e acomodar-se em um dos assentos sinalizados com a distância a ser mantida do outro (a marcação também estará no chão). Todos terão a temperatura aferida. Algumas igrejas católicas vão fazer o agendamento prévio da ida às missas pela internet para que consigam controlar melhor o montante de fiéis, já que cada templo só poderá funcionar com um terço da capacidade.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Publicidade