Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Fabiano Serfaty Por Fabiano M. Serfaty, clínico-geral e endocrinologista, MD, MSc Saúde, prevenção, tratamento, dieta, bem-estar, tecnologia, inovação médica e inteligencia artificial com base em evidências científicas

Qual é o melhor exercício para o seu colesterol?

Vamos primeiro considerar alguns pontos sobre o colesterol: – 70 a 80% do colesterol é produzido pelo fígado e o restante provém da alimentação. – Desempenha funções como produção de hormônios, vitamina D, entre outras. – 1/3 das doenças isquêmicas do coração são associadas ao colesterol elevado. – Cerca de 40% dos brasileiros possui colesterol alto. – Há 2 principais tipos de colesterol:  LDL (“ruim”) […]

Por Daniela Pessoa Atualizado em 25 fev 2017, 17h22 - Publicado em 26 set 2016, 23h53

colesterol exercicios

Vamos primeiro considerar alguns pontos sobre o colesterol:

– 70 a 80% do colesterol é produzido pelo fígado e o restante provém da alimentação.

– Desempenha funções como produção de hormônios, vitamina D, entre outras.

– 1/3 das doenças isquêmicas do coração são associadas ao colesterol elevado.

– Cerca de 40% dos brasileiros possui colesterol alto.

– Há 2 principais tipos de colesterol:  LDL (“ruim”) e HDL (“bom”).

-Como prevenir e tratar? 

Para controlar e tratar o colesterol elevado, recomenda-se uma dieta saudável e mudança no estilo de vida através da perda de peso, cessação do tabagismo, e a prática regular de atividade física associados ou não com a intervenção medicamentosa. Segundo dados do Ministério da Saúde, a inatividade física é responsável por 54% dos riscos de morte por distúrbios cardiovasculares, 50% dos de derrames fatais e 37% dos riscos de casos de câncer.

– O papel do exercício na perda de colesterol: que modalidade, frequência e duração?

O exercício tem um impacto positivo na patogênese, nos sintomas e na aptidão física dos indivíduos com dislipidemia, desempenhando um papel importante na redução dos níveis de colesterol.

As atividades aeróbias são as mais recomendadas para quem deseja aumentar os níveis de colesterol bom (HDL) e reduzir os níveis do colesterol total e ruim (LDL).  Estima-se em média um uma queda de 5 % no LDL e aumento de 4.6% no HDL com as atividades aeróbias. Reduções nos níveis de colesterol podem reduzir a incidência de doenças isquêmicas do coração em até 54% para homens de 40 anos e 19% aos 80 anos.

Uma revisão recente sobre o tema em 2013 apontou que o treinamento de força e RML na musculação atuam isoladamente de forma positiva sobre o colesterol total e suas frações,

Esta mesma revisão sinalizou que a melhor intervenção é combinar ambas as formas de exercícios, uma vez que a substituição de parte do treinamento aeróbio pelo treinamento de força proporcionou os mesmos benefícios para o colesterol, com a vantagem das melhorias que o treinamento de força proporciona para o aumento da massa muscular, densidade mineral óssea e  perfil glicêmico entre outros.

Confira na tabela abaixo as recomendações de exercício para quem deseja manter e atingir os níveis recomendados de colesterol.

População Objetivos Modalidades Frequência. Duração Intensidade
Saudável Manter Baixo o LDL, Colesterol e Triglicerídeo; Aumentar o HDL Atividades Aeróbias

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

Treinamento de Força (Musculação, Ginástica, Pilates, entre outras )

5 x p/ sem  > 30 min.

70 a 85% da F.C. Reserva.

Colesterol Elevado Reduzir o LDL, Colesterol e Triglicerídeo; Aumentar o HDL   8-10 Exercícios.

2-3 x 70% a 85% (1RM)

6 a 12 reps.

Colesterol Elevado e Mobilidade Limitada (Idosos e incapazes)     8-10 Exercícios.

2-3 x 50% a 75% (1RM)

12 a 20 reps.

Fontes bibliográficas:

– Sociedade Brasileira de Cardiologia

– Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios(PNAD-2013): IBGE

– Mann, S e col (2013). Differential Effects of Aerobic Exercise, Resistance Training and Combined Exercise Modalities on Cholesterol and the Lipid Profile: Review, Synthesis and Recommendations.  Sports Med. 2014 Feb;44(2):211-21

Screen-Shot-2015-11-27-at-12.07.52-PM

Prof. ANDRÉ LETA

Professor de Educação Física – UFRJ – EEFD

Mestre em Biociências da Atividade Física pela UFRJ-EEFD

Diretor Técnico da Academia Proforma-RJ

www.proforma.com.br

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Publicidade