Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

A volta do Metropolitan: ‘O Rio não vai parar’, diz Alexandre Accioly

Segundo o empresário, reabertura da casa de shows marca o início de uma série de investimentos em lugares relevantes para a memória cultural da cidade

Por Da Redação 22 mar 2021, 12h14

Ao menos uma boa notícia em meio à pandemia: fechado desde outubro de 2020, o Metropolitan vai voltar. Maior casa de shows da América Latina, ela agora será gerida por um grupo de empresários que inclui Dody Sirena, Bernardo Amaral e Alexandre Accioly.

Coronavírus: Paulo Gustavo está intubado; ‘Continuem orando’, pede marido

A proposta da nova casa de espetáculos no Via Parque Shopping, na Barra, segundo seus novos donos, vai além dos shows nacionais e internacionais e dos eventos – vocação natural desde que abriu as portas, em 1994. De acordo com Dody, a ideia é fazer com que o lugar seja também “o principal espaço para eSports no país”.

Festa clandestina em Botafogo é barrada e 25 estabelecimentos são fechados

Em suas redes, Accioly anunciou com euforia a volta ao mundo do entretenimento no Rio, depois de sete anos de dedicação quase integral à sua rede de academias de ginástica. “Com essa aquisição, não paro mais, se Deus quiser. Vou fazer a minha parte em ajudar a reconstruir, evitar, manter ou trazer de volta os principais lugares que representem a história e a memória do Rio. O Antigo Met é só início”, escreveu. Ele está empolgado: “Há quatro meses durmo e acordo pensando no meu novo investimento na cidade”.

Cinema em casa: onde assistir aos indicados do Oscar 2021 pelo streaming

A casa, que já se chamou ATL Hall, Claro Hall, Citibank Hall e, mais recentemente, KM de Vantagens Hall, ainda não teve seu novo nome definido. A inauguração está prevista para dezembro.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

 

Continua após a publicidade
Publicidade