Clique e assine por apenas 3,90/mês

Coronavírus: no grupo de risco, Galvão Bueno não vai narrar jogos na Globo

Escalado como 'convidado especial' de Brasil x Bolívia, ele entrará ao vivo, direto de casa; situação se mantém até a criação da vacina contra a Covid-19

Por Cleo Guimarães - 6 out 2020, 13h04

A pandemia do coronavírus tirou Galvão Bueno das eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Como faz parte do grupo de risco (ele tem 70 anos), o principal nome do jornalismo esportivo da Globo só voltará a transmitir as partidas ao vivo depois que houver uma vacina contra a Covid-19. Com 40 anos de carreira e participação em 12 Copas do Mundo, Galvão fará participações remotas na programação da emissora enquanto a imunização em massa não vier.

‘Ela não é cavalo de corrida, tem opinião’, diz advogado de Carol Solberg

Em comunicado enviado à imprensa, a Globo anuncia que Galvão será um “convidado especial” da transmissão de Brasil x Bolívia, pelas Eliminatórias, nesta sexta (9), às 21h30. Ele fará entradas de vídeo a partir de sua casa, antes e depois do jogo, e também no intervalo. A narração da partida ficará a cargo de Luís Roberto, com os  comentários de Júnior, Roger e Paulo César de Oliveira.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade