Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

BBB: ‘Só me resta pedir desculpas’, diz Sarah, sobre piadas com a Covid-19

Ela fez um mea culpa para Ana Maria Braga: 'Quando entrei no programa as coisas estavam melhorando, mas isso não tira o meu erro', disse

Por Da Redação 31 mar 2021, 12h01

Eliminada do Big Brother com 76,76% de rejeição na terça (30), Sarah Andrade cumpriu o roteiro obrigatório dos participantes que saem do confinamento e foi tomar café da manhã com Ana Maria Braga na manhã desta quarta (31). Ainda sem a presença (por vídeo) da ex-BBB, a apresentadora deu início ao Mais Você falando sobre o drama das pessoas que buscam vaga na UTI por causa do coronavírus.

BBB: Seis momentos que fizeram Sarah passar de favorita a vilã do reality

“Mais de 6 300 aguardam vagas de UTI… se coloque nesta situação, no lugar de alguém que chega pedindo socorro na porta de um hospital”. Soou como uma indireta a Sarah – a brasiliense fez piadas e ironias sobre a pandemia quando estava na casa.

‘Castrofolia’: governador se desculpa por festa e deve ser penalizado

Tudo levava a crer que viria chumbo grosso de Ana Maria para Sarah, e isso até aconteceu, mas mais para o final da atração, depois de a ex-BBB comentar os motivos de seu afastamento de Juliette (“Fui contra a pessoa errada”), e de dizer que agora torce por Gilberto, de quem não guarda mágoa.

Coronavírus: Paes deve flexibilizar medidas na próxima segunda (5)

Continua após a publicidade

Ana entrou então no assunto com uma certa delicadeza, mas indo direto ao ponto: “Quando você estava no programa você falou coisas sobre a pandemia, disse que foi a festas durante a pandemia, chegou a dizer que só não ficou doente porque Deus não quis. Como se sente hoje?”. Em seguida, a apresentadora exibiu os tuítes da equipe de Sarah em que os admins pediam desculpas em nome da sister pelas ironias que ela vinha fazendo à Covid-19, dentro do programa.

O céu é o limite: Juliette, do BBB, tem mais engajamento que Beyoncé

Sarah ameaçou um choro e fez mea culpa. “A única coisa que eu tenho que fazer é pedir desculpas a todas as vítimas, às familia dessas vítimas. Quando eu entrei no programa as coisas estavam melhorando, mas isso não tira o meu erro. Desculpem”, disse. Ela também falou sobre as festas que teria ido já durante a pandemia. “Não fui a festas que não estavam sendo aprovadas pelo governo. Tudo que fui era regulamentado. Mas agora eu só tenho que pedir desculpas”.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade