Flerte

Sete endereços onde você pode beber e paquerar

Nestas casas, além de boa comida e bebida, a chance de sair acompanhado é grande

Por: Rafael Cavalieri

Barthodomeu

O amplo casarão é destino de muitos jovens depois da praia. Mas também se torna um porto seguro até altas horas. Quem procura um flerte pode se dar bem às quintas, dia dedicado às meninas: a caipirinha (R$ 15,45) para elas é dose dupla. O sabor com maior saída é abacaxi com hortelã. Heverton Castro, que comanda a música ao vivo, toca todos os pedidos feitos pelas mulheres. O clima de noitada pode ser reforçado com o combo Smirnoff, que traz a garrafa de vodca ao lado de seis latas de energético (R$ 192,00). Para acompanhar, o mix barthodomeu reúne carne-seca acebolada, calabresa flambada, costelinha crocante, aipim frito, farofa da casa e manteiga de garrafa (R$ 52,40). Outra dica de petisco é o escondidinho de carne-seca, com purê de aipim coberto por requeijão (R$ 28,90). Rua Maria Quitéria, 46, Ipanema, ☎ 2247-8609 (150 lugares). 12h/2h (sex. e sáb até 4h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2009.

Barzin

O quarteto que comanda o negócio é pop. Integram a sociedade o ator Bruno de Luca, o piloto Cacá Bueno, o cantor Di Ferrero (da banda NX Zero) e o rap­per Tulio Dek. Jovens bem-arrumados se espalham pelos três andares da casa no quarteirão boêmio de Ipanema. Festas e apresentações musicais ao vivo de estilos variados, do pop-rock ao sertanejo, incentivam a azaração. A programação oficial está sempre no perfil do bar no Facebook. Na ala das bebidas, o chope Brahma (R$ 4,90; 350 mililitros) divide espaço com o redberry (R$ 27,90 a taça, R$ 89,90 a jarra de 1 litro), hit da carta de drinques. A criação é feita com morango, licor de amora, vodca aromatizada com redberry e espumante. No leque de petiscos, o delícias orientais (R$ 29,90) tem cubos de salmão empanados ao molho de ostra. Rua Vinicius de Moraes, 75, Ipanema, ☎ 2522-1809 (215 lugares). 12h/2h (sex. e sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: todos. Entrada: R$ 20,00 a R$ 40,00 (ter. a dom. a partir das 21h). Aberto em 2011.

Belmonte

O império nasceu no Flamengo, quando o cearense Antônio Rodrigues se apropriou de um antigo boteco e repaginou o lugar. Hoje o Belmonte conta com mais seis unidades. Atual point de paquera no Leblon, a casa atrai centenas de jovens todas as noites, que lotam o salão e se espalham pela calçada da badalada Rua Dias Ferreira. Mais caro que o das demais unidades, o chope Brahma (R$ 7,00; 350 mililitros) sai que nem água. Se quiser petiscar, aposte na porção de queijo de coalho (R$ 27,00) ou no caldinho de feijão (R$ 8,50). Praia do Flamengo, 300, loja B, Flamengo, ☎ 2552-3349 (58 lugares). 11h30/3h. Cc: todos. Cd: todos; Rua Dias Ferreira, 521, Leblon, ☎ 2294-2849 (200 lugares). 11h30/3h. Cc: todos. Cd: todos. Mais cinco endereços. www.botecobelmonte.com.br. Aberto em 2002.

Gente Bem

Durante mais de três décadas, o ponto era ocupado por um autêntico pé-sujo. Dois jovens amigos decidiram investir no lugar, mexendo pouco na decoração, mas modernizando-a o suficiente para atrair gente de sua faixa etária. Os azulejos continuam na parede, assim como a prateleira que exibe diferentes garrafas de bebida. O nome também segue igual. São poucas mesas pela calçada, que costuma ser tomada pela clientela. O clima informal sugere até alguma azaração.  Mate a sede com cascos gelados de Antarctica (R$ 7,50), Original, Serramalte ou Heineken (R$ 9,00 cada um). A lista de petiscos ainda é tímida. Trazidas do Sítio Solidão, em Miguel Pereira, linguiças chegam fatiadas em porção (R$ 22,00) ou recheiam o pão francês (R$ 11,00). Pratinhos com salaminho fatiado e provolone (R$ 11,00 cada porção) também aplacam a fome. O queijo de coalho, assado no forno, pode chegar no espeto (R$ 4,50) ou cortado em cubos (R$ 12,00).  Rua Visconde da Graça, 18, loja D, Jardim Botânico, ☎ 3596-8025 (40 lugares). 17h/1h30 (ter. e qua. até 0h; fecha dom. e seg.). Cd: todos. Aberto em 2013.

Complex Esquina 111
Complex Esquina 111: eleito nas categorias Gastrobar, Carta de drinques, Para paquerar e Melhor barman, com Rafael Rodrigues (Foto: Veja Rio)

Complex Esquina 111 

No misto de espaço cultural e bar, uma parceria entre as produtoras Slash/Slash e Escola Perestroika, ambas gaúchas, e a carioca BDZ, o clima de azaração rola na calçada enquanto se espera por uma mesa. Durante o papo, aproveite as inventivas caipivodcas. A caip.mix III (R$ 22,00) é feita com tangerina, gengibre e manjericão. Pelo mesmo preço, a caip.mix I leva uva, hortelã e gengibre. O cardápio traz criações saborosas. Na ala das entradas, o mix de cogumelos frescos na manteiga (R$ 37,50) chega à mesa numa charmosa panelinha e é acompanhado de torradas de focaccia. Cogumelos também aparecem em forma de ragu sobre polenta e presunto de Parma crocante (R$ 31,00 a porção pequena e R$ 44,00 a grande). Rua Maria Quitéria, 111, Ipanema, ☎ 3256-9375 (90 lugares). 12h/1h (qui. a sáb. até 3h; seg. até 0h; dom. 13h/1h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2014.

.Oztel

Parte (independente) de um albergue que hospeda jovens estrangeiros em busca de diversão na cidade, a casa é conhecida pelo clima de azaração reinante. Na seção de caipirinhas, a caip oztel é feita com cachaça Leblon, caju, limão e gengibre. Outra dica, a 3 limões une limões taiti e siciliano a lima-da-pér­sia, além de cachaça Werneck e açúcar mascavo. Cada pedido sai a R$ 17,00. Na criativa ala dos petiscos, a provoleta assada chega coberta por chutney de tomate, enquanto o queijo de coalho grelhado ganha a companhia de geleia de laranja com um toque de pimenta (R$ 19,00 cada sugestão). Se a fome for grande, não hesite e devore o sanduíche de rosbife (R$ 25,00), que traz a carne temperada com mostarda de Dijon, pimenta-preta, maionese defumada, picles de aipo, rúcula e tomate-cereja assado, tudo isso dentro da baguete.Rua Pinheiro Guimarães, 91, Botafogo, ☎ 3042-1853 (60 lugares). 19h/0h (sex. e sáb. até 1h; fecha dom.). Cd: todos. www.oztel.com.br. Aberto em 2012.

Palaphita Gávea
Palaphita Gávea vai receber festa temática do Dia das Bruxas (Foto: Divulgação)

Palaphita Gávea

A primeira filial do badalado quiosque (na Lagoa) já está entre os points mais procurados da cidade quando o assunto é paquera. A programação conta com festas pagas todas as quintas. Nas sextas e sábados a entrada é franca e DJs contratados fazem o som — fique esperto porque uma vez por mês também acontecem eventos pagos nesses dias. Nas noitadas ou mesmo nos momentos menos badalados, caem bem as caipirinhas (R$ 25,50, com vodca nacional, e R$ 33,00, com vodca importada). Elas chegam em sabores como cupuaçu, uva com manjericão, cacau com alecrim, tangerina com mangarataia (espécie de gengibre amazônico) e morango. Outra boa opção entre os drinques é o chico (R$ 26,00), feito de energético à base do sumo da mangarataia, limão, groselha e vodca. Para beliscar,  o cardápio é reduzido, mas conta com atrações conhecidas do ponto na Lagoa, a exemplo do pai d’égua (R$ 28,50), porção de queijo do Norte com folhas de manjericão, flambado na cachaça. Avenida Bartolomeu Mitre, 1110 (Jockey Club Brasileiro), Gávea, ☎ 3114-0853 (300 lugares). 18h/4h (seg. até 1h; qui. 20h/4h; dom. 17h/1h; fecha ter. e qua.). Cc: todos. Cd: todos. www.palaphitakitch.com.br. Aberto em 2013.

Fonte: VEJA RIO