Continua após publicidade

Rock In Rio 2017: sete polêmicas de Axl Rose

Acumulando extravagâncias ao longo da carreira, Axl será o centro das atenções do Palco Mundo neste sábado (23)

Por Redação VEJA RIO Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 23 set 2017, 10h25 - Publicado em 23 set 2017, 10h25

A banda Guns ‘N Roses é uma das grandes atrações esperadas no Rock In Rio 2017. Reestruturado, o grupo tem parte de sua formação clássica confirmada depois do retorno do guitarrista Slash após desavenças com o vocalista Axl Rose. Axl, por sua vez, é grande conhecido no mundo do rock pela forte personalidade forte e pelos excessos. Entre as vítimas de Rose estão companheiros de banda, jornalistas brasileiros e até fã. Confira abaixo sete polêmicas em que Axl Rose já se envolveu:

Pancadaria generalizada

Em 1991, Axl ficou irritado com um fã que tirava várias fotos do show e simplesmente abandonou o palco e se jogou na plateia, tirando a câmera das mãos do rapaz e quebrando o objeto. Depois do ato, Axl e banda se retiraram do palco e uma briga generalizada se estendeu entre o público, revoltado pelo fim precoce da apresentação.

(Guns N' Roses/Divulgação)

Gemidos de Rocket Queen

Axl Rose levou uma stripper de 19 anos, chamada Adriana Smith (que era namorada de Steven Adler, então baterista do Guns), para o estúdio onde gravava músicas para o primeiro álbum da banda e lá, transou e gravou os gemidos da moça que são audíveis na música Rocket Queen.

Relação com Slash

Continua após a publicidade
(Guns N' Roses/Divulgação)

Axl e Slash, guitarrista da formação original do Guns que retornou ao grupo em 2016, tiveram muitas desavenças ao longo da carreira. Mas, segundo Doug Goldstein, ex-empresário do grupo, o principal motivo de briga entre eles foi o Rei do Pop. Tudo por que Slash, considerado um dos maiores guitarristas da história, tocou em um show de tributo ao lado de Michael Jackson em 1991 e Axl teria ficado decepcionado, porque esse foi molestado quando criança e acreditava nas acusações contra Michael.

Macarronada no bateirista

O Baterista Steven Adler foi expulso do Guns por abusar das drogas e resolveu processar Axl e cia, pois dizia que estes tinham induzido a usar os entorpecentes. Aconteceu que já no tribunal, quando Steven alegou isso, Axl e banda jogaram macarrão na cara do então ex-baterista.

Mordedor de canela

Em 2006, Axl foi preso em Estocolmo por morder a canela de um segurança de um hotel que ele iria se hospedar. Rose estava alterado por causa de álcool e drogas e destruiu até mesmo objetos históricos que haviam no lugar.

Continua após a publicidade

Arremesso de cadeira

Em 1992, o Guns N’ Roses veio ao Brasil para um show em São Paulo, e um dia antes da apresentação, jornalistas que estavam no saguão do hotel onde a banda estava hospedada, foram surpreendidos por uma cadeira que foi arremessada por Axl Rose e que acabou atingindo alguns dos jornalistas. Mas essa não foi a primeira vez que Axl polemizou em solo brasileiro. No ano anterior, na passagem pelo Rio de Janeiro, o vocalista jogou um telefone nos fãs que o aguardavam no saguão de um hotel após brincarem pedindo o número do cantor.

(Guns 'N Roses/Divulgação)

Paixão por direito

Amante do direito, Axl Rose foi o seu próprio advogado numa batalha judicial contra duas ex-esposas que o denunciaram por agressões e abusos, Seymour e Erin, em 1994. Apesar da tentativa, Axl perdeu a causa e teve que indenizá-las.

 

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.